Segredo da ausência de medos

Fonte de Imagem: Universal.org

Leia a mensagem de hoje do livro “O Pão Nosso para 365 dias”

“Tornou-lhe o SENHOR: Já que Eu estou contigo, ferirás os midianitas como se fossem um só homem.” (Juízes 6.16)

O rico tem medo de ficar pobre, e o pobre, de não ter como sustentar a família. Os oprimidos têm medo do escuro, de alturas, de elevador, de não vencer etapas escolares, etc. Os saudáveis têm medo de ficar doente, e os doentes, medo de morrer; solteiros têm medo da solidão. Os religiosos têm medo de ir para o inferno; traíras têm medo de serem descobertos; malfeitores têm medo de serem presos.

De alguma forma, o medo está presente na vida de todos. Uns mais, outros menos. Mas todos carregam tal sentimento. Até mesmo os mais próximos de Deus tinham seus medos. Abraão teve medo de ser morto por causa de sua mulher; com Isaque não foi diferente; Jacó fugiu com medo de seu irmão Esaú; Moisés fugiu do Egito com medo de Faraó; Gideão temeu destruir o altar de seu pai durante o dia; Davi teve coragem para enfrentar Golias, mas fugiu de seu filho Absalão; o grande profeta Elias temeu as ameaças de Jezabel e fugiu para o deserto.

Em toda a história da humanidade, O Único que não teve medo foi Jesus. Enfrentou opositores e a morte sem esboçar qualquer receio. Por quê? Porque estava cheio do Espírito Santo. Estar cheio do Espírito de Deus significa estar vazio de medo.

Como é possível estar cheio do Espírito de Deus? Quando a mente é 100% ocupada com os pensamentos de Deus, Sua Palavra. Aí está a razão da ordem: “…enchei-vos do Espírito” (Efésios 5.18). Cheio do Espírito significa ausência de toda e qualquer influência deste mundo. Inclusive de seus medos, ameaças e terrores.

(*) Fonte: livro “O Pão Nosso para 365 dias”, do Bispo Edir Macedo

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org