O cumprimento legal, a gestão dos riscos, e os princípios éticos são práticas correntes desde a fundação da Igreja Universal do reino de Deus.
Agimos de acordo com a legislação, regulação e standards aplicáveis, assim como políticas internas que a Igreja Universal decida seguir.
O seu cumprimento é desde sempre exigido à Administração, aos Colaboradores, e a Terceiros que se relacionem com a Igreja.

ÉTICA ONLINE

Este espaço destina-se ao report de situações irregulares, com destaque para as situações de fraude, corrupção, suborno, desrespeito pelos direitos humanos ou laborais, ou outras práticas ilegais ou antiéticas.

Todas as incidências são alvo de análise independente por parte do departamento de Compliance, que averigua a situação de forma a apurar os factos e dar a resposta adequada. Está salvaguardado o sigilo e os direitos fundamentais de quem comunicar qualquer incidência. Contudo as situações relatadas por esta via devem ser devidamente identificadas.Os pedidos, ou denúncias, registados através deste serviço podem não receber uma resposta imediata.

Formulário


SimNão


PedidoDenúnciasituação irregular de um Pastorfraudecorrupçãosubornosituação irregular de um Obreiropráticas ilegais ou antiéticas


SimNão

(Forneça o máximo de detalhes possíveis, incluindo a natureza geral do problema, e qualquer informação que possa ser importante na avaliação e solução final da situação)


Ao selecionar esta opção autoriza a recolha e utilização dos seus dados para motivo de investigação dos fatos denunciados. O Departamento Compliance é o responsável pelo armazenamento destes dados, que serão conservados pelo período de 5 anos, constituindo o seu fornecimento uma obrigação legal. A IURD utiliza medidas técnicas e organizacionais para manter os seus dados seguros e assegurar que serão acedidos apenas por Colaboradores expressamente autorizados. A IURD designou um encarregado de proteção de dados, que poderá ser contactado através do envio de um e-mail para: privacidade@igrejauniversal.pt. No caso de violação dos seus direitos, tem sempre a opção de apresentar uma reclamação ao CNPD.