Por que as pessoas caem no golpe do amor?

Os professores Renato e Cristiane Cardoso respondem e explicam como evitar cair nessa armadilha. Acompanhe!

No programa The Love School – A Escola do Amor,  exibido no último sábado (30), os apresentadores Renato e Cristiane Cardoso citaram três razões pelas quais as pessoas caem no golpe do amor.

Renato Cardoso, inclusive, destaca que de acordo com as pesquisas, não são apenas pessoas sem estudo ou ingênuas que caem nesse tipo de golpe. Pessoas com formação universitária, que possuem um bom nível intelectual e com experiência de vida, também. Confira abaixo quais são as três principais razões:

1ª razão – A carência atrai o golpe

Se observarmos bem, podemos constatar que para todo golpe existe primeiro uma necessidade. Na maioria das vezes ela envolve amor ou dinheiro. Então, o golpista sempre irá procurar alguém que esteja carente de alguma coisa. Por exemplo: a pessoa que possui uma carência, normalmente, é solitária, já teve várias frustrações na vida amorosa, deseja ser feliz no amor e busca por essa realização.

Então, “com essa carência, a pessoa fica mais susceptível ao golpe, porque a carência faz com que ela suspenda o seu juízo, não julgue bem a situação. Por que ela está tão desejosa de suprir aquela carência, vai a qualquer distância para alcançar o seu sonho”, explica Renato. Daí a razão “que nós sempre orientamos você se curar primeiro, antes de entrar em um relacionamento”, acrescenta Cristiane.

Ela explica que, muitas vezes, por não estar mais em um relacionamento, a pessoa acredita que está bem. Mas, na verdade, existe um problema de carência dentro dela.

“Por ter passado tudo que passou você, hoje, já não se valoriza tanto. Então, inconscientemente, você acredita que deve aceitar o que vier. É aí que você se torna a vítima perfeita para o golpista”, alerta.

No entanto, você não é culpado(a) por essa carência, garante o professor. Mas, assim como somos capazes de comer qualquer bobagem quando a fome aperta, também – quando estamos carentes – se não vigiarmos, somos facilmente enganados.

Então, para que isso não aconteça, você tem que se precaver, aconselha. “Você não pode permitir que sua carência lhe engane. Você tem que avaliar, pesar, para não cair no engano das pessoas. Use a inteligência, por isso, nós falamos tanto do amor inteligente, porque a pessoa que cai no golpe, ela não pensa… ela vai pelo que sente…”, enfatiza.

2ª razão – Quero o benefício, mas não o sacrifício

De acordo com o apresentador, embora as pessoas não falem isso, é o que acontece na verdade. Ele esclarece que isso é muito comum em golpes financeiros, quando a pessoa recebe uma proposta aparentemente muito lucrativa, em que basta ela colocar um determinado valor e em um curto período de tempo, sem ter que fazer nenhum esforço, aquilo se multiplicará, então, ela se ilude com essa possibilidade.

“A ideia de querer o benefício, mas não o sacrifício, é muito comum. As pessoas estão sempre procurando um atalho. Então, elas estão sempre caindo nessas histórias e promessas de que podem ter o resultado sem pagar o preço, e isso não existe, então, é preciso despertar!”, alerta.

E na vida amorosa não é diferente, pois para não ficarem sozinhos, muitos homens e mulheres têm se deixado levar por falsas promessas de pessoas que só querem tirar algum proveito deles. E em vez de avaliarem os fatos e as evidências, se deixam levar pelo que sentem.

3ª razão– Pessoas boas não esperam maldade das outras

Renato destaca que essa é uma das razões de muita gente inteligente, capaz, cair em golpes. Ou seja, elas não contam com a maldade dos outros. Por não serem capazes de cometer tal maldade com ninguém, elas tendem a atribuir o mesmo caráter, a mesma integridade às outras pessoas, apesar de terem a consciência de que existem pessoas más no mundo.

“Você tem que despertar para a realidade. No mundo, infelizmente, há muita maldade, há muitas pessoas feridas, inclusive, no amor. Pessoas que, por terem sofrido muito no amor, decidiram fazer outras pessoas sofrerem. Então, você não pode ser ‘Alice no país das maravilhas’, e achar que todo mundo quer o melhor para você, pois não é verdade. Cuidado!”, aconselha.

Se você se identificou com alguma das razões citadas e deseja aprender mais sobre o amor inteligente, a fim de blindar a sua vida amorosa, participe, semanalmente, da Terapia do Amor, que acontece todas as quintas-feiras, às 10h, 15h e 20h, no Cenáculo do Porto ou numa Universal mais perto de si.