Os 5 sintomas secretos da depressão mais perigosa

Fonte de Imagem: Universal.org

Reconheça a doença especialista em se esconder

É fácil reconhecer um depressivo, certo? Tristeza, desânimo, solidão… Os sinais que indicam depressão são conhecidos por quase todos. Há, porém, uma forma da doença mais perigosa do que a que conhecemos. E seus sintomas são quase imperceptíveis.

Um artigo escrito por Olivia Remes, especialista em ansiedade e depressão da Universidade de Cambridge classifica essa depressão atípica como a “depressão sorridente”. E afirma: é o tipo mais perigoso que existe.

O perigo da depressão está justamente em não apresentar os 10 sintomas típicos da depressão. Ao contrário, as pessoas que sofrem com essa forma da doença geralmente se mostram alegres quando estão em grupo. Sorriem, trabalham e conversam. Mas, ao ficarem sozinhas, são tomadas por sentimentos de angústia e pensamentos de suicídio.

“Os sintomas são frequentemente mascarados por falsas demonstrações de felicidade e porque, muitas vezes, são pessoas sem motivo aparente para estarem deprimidas: têm um trabalho, uma casa, amigos e até cônjuge e filhos”, descreve a especialista.

Atenção para reconhecer a depressão sorridente

Os sintomas que geralmente se apresentam nesses depressivos, quase sempre, passam despercebidos. Por não chamarem atenção, dificultam o diagnóstico e o tratamento. Remes aponta os seguintes sinais:

1- Ganho de peso: Esse ganho de peso não é rápido e, geralmente, não representa risco à saúde por si só. Assim, ninguém se importa por ver um amigo “ganhando uns quilinhos a mais”;

2- Sono durante a noite, sono durante o dia: A depressão típica quase sempre tira o sono noturno de suas vítimas. Assim elas permanecem cansadas durante o dia. Ao contrário disso, a depressão sorridente permite que a pessoa durma a noite toda. Entretanto, faz com que ela siga com muito sono durante o dia;

3- Não aceita críticas: O que pode parecer arrogância, esconde a baixa autoestima. Esses depressivos reagem mal diante das críticas e rejeições, dando a entender que são prepotentes. Na verdade, estão tentando se proteger de se sentirem inferiores, ainda que subconscientemente;

4- Membros entorpecidos: A falta de sensibilidade nas pernas e nos braços é constante em depressivos. Ninguém ao redor percebe o torpor e a vítima quase nunca fala sobre isso. Quando fala, não recebe tanta atenção;

5- Sorrisos e alegrias: O sintoma que mais dificulta a percepção de uma depressão é a alegria passageira. Uma boa notícia levanta o ânimo do doente. Ele sorri com os amigos, comemora. Mas ao ficar sozinho aquela alegria vai embora. E aí que vem o desejo de suicídio.

Evidência de que algo está errado

Por apresentarem sintomas tão difíceis de perceber, os depressivos sorridentes entendem que ninguém presta atenção neles. Para eles, é evidente que algo está errado. Mas o fato de os outros não enxergarem e não oferecerem ajuda, causa o sentimento de solidão e insignificância.

Os colegas vêm alguém com emprego, família, amigos e sorrisos. Não imaginam que uma depressão secreta está ali.

A escritora Núbia Siqueira explica que essa doença “rouba a vontade de viver e torna a vida completamente sem sentido. Isto ocorre de maneira que a família, a profissão, o dinheiro ou os amigos perdem o significado”.

Assim a pessoa tem tudo para ser feliz. Mas não consegue.

“E, no auge da angústia, vêm as ideias de suicídio”, relata Núbia. “Mas existe cura para sua dor, seja ela qual for. Afinal, Jesus disse que ‘TUDO é possível ao que crê’ (Marcos 9.23). A palavra ‘TUDO’ inclui a restauração completa da sua alma, do seu corpo e da sua vida em todos os sentidos”.

Participe, de uma reunião especial às sextas-feiras, na Universal. Procure a Universal mais perto de sua casa.

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org

Artigos relacionados

2019-03-12T11:08:44+00:00
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Aceitar