Lei da semeadura: escolha uma boa semente

Para ter bons resultados é preciso saber escolher as sementes

A lei da gravidade é uma regra da física que tem efeito sobre todas as pessoas em qualquer lugar do mundo. Outra lei, desta vez estipulada por Deus que ninguém está imune é a lei da semeadura. Não importa se você é cristão, ateu ou de qualquer outra religião: o que você plantar vai colher.

Mas muitas pessoas esquecem disso na hora de fazer escolhas importantes da vida, erram, colhem péssimos frutos e ainda reclamam por sofrer em tantos aspectos. Mas está escrito:

“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.” Gálatas 6:7,8

“Carne é a vontade própria, logo, semear na carne é fazer a vontade do seu coração, que pede o que vai lhe prejudicar. Faz você comprar o que não pode pagar e lhe faz se endividar com o cartão de crédito. Ou casar com quem mal conhece, se deixar levar pelo sentimento de raiva. Você plantou a vontade do seu coração e quem planta na carne colhe corrupção, ou seja, só coisas ruins”

A semente faz a diferença

Mas semear no Espírito, por outro lado, traz bons frutos, especialmente na eternidade. Semear no Espírito é plantar atitudes baseadas na Palavra que o Espírito lhe dá, no conselho Divino.

“Da mesma forma que a carne fala, o Espírito também fala. E se você decide obedecê-lO, colherá a vida eterna. Essas duas vontades conflitam entre si e para obedecê-lO você terá que negar a sua vontade. Você é livre para fazer o que quiser, mas não se esqueça que a escolha tem consequências”