Justiça seja feita!

Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não O serve. Malaquias 3.18

Quando o Eterno promete mostrar outra vez a diferença, fica claro que o que Ele fez na vida dos servos do passado também fará na vida dos servos do presente.

E mais: Ele tem todo interesse em fazer isso para que o mundo veja a diferença entre os que O servem dos que não O servem.

Ele fez essa diferença na vida de Noé, Jó, Abraão, Isaque, Israel, Moisés, Josué e todos os demais que O temiam e andavam na Sua justiça.

E por falar em justiça, observe que Ele promete mostrar a diferença entre o justo e o perverso. Por que não entre o justo e o injusto?

A razão é porque o injusto é perverso.
É perverso porque não considera o preço do resgate pago pelo Senhor;
É perverso porque rejeita Sua oferta de salvação;
É perverso porque não dá a mínima do que Ele fez para resgatá-lo;
É perverso porque se acha senhor de si mesmo;
É perverso porque ignora todos os sacrifícios que Jesus fez por ele.

Sim, tem de haver uma diferença extraordinária, brutal e evidente para não deixar nenhuma dúvida entre os que são e os que não são de Deus.

Jesus repetiu esta promessa quando disse:

Quem crê em Mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre. João 7.38

Não consigo me imaginar crer no Senhor Jesus, de acordo com a Bíblia Sagrada, e ainda assim ter qualidade de vida semelhante ou pior do que os que não creem. Isso não seria justo da parte de Deus. Ou seria?

Você já pensou nisso?

Você tem confessado crença em Jesus e ao mesmo tempo sua vida tem sido um pedacinho do inferno em casa, no trabalho, na escola, na rua, enfim, você não tem sossego, paz, alegria…

Alegria só quando seu time ganha e, mesmo assim, é alegria momentânea.

No mais, só administrando problemas, constantes dores de cabeça, insônia, nervosismo, depressão, tristezas, vontade de suicídio, tonteiras, vida familiar desastrosa, filhos rebeldes, desunião familiar e por aí vai…

Mesmo assim, você insiste dizer que crê em Jesus…

O que está errado: sua crença em Jesus não é verdadeira ou as promessas de Deus não são verdadeiras?

Ora, do ponto de vista da fé viva e verdadeira, quem crê em Jesus tem de ter uma qualidade de vida diferenciada da vida dos que não creem. Não é possível crer nEle de acordo com a Sua Palavra e não haver uma diferença.

É ou não é?

Por isso, em todas as Igrejas Universal do Reino de Deus, estaremos num só Espírito, numa só fé, num só coração diante do Trono do Altíssimo requerendo uma vida diferenciada de todos os demais.

Quem crê vem comigo.
Quem não crê, paciência…

O Espírito da Verdade

O Espírito Santo nos guia à toda verdade, e a verdade se caracteriza por tudo aquilo que é justo, correto, direito.
- Bispo Edir Macedo