Escolha a semente que vai plantar

“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna” (Gálatas 6.7-8)

Neste alerta dado pelo Espírito Santo é-nos explicado que tudo o que fazemos na vida é uma plantação e que somos livres para escolher o tipo de semente que vamos plantar. Mas uma vez plantada a semente não podemos determinar o fruto que ela irá dar, pois a semente já tem a sua natureza e ela irá dar exatamente aquilo que ela é. Portanto, o bem não pode gerar o mal e o mal não pode gerar o bem.
Deus fará com que a justiça se manifeste na vida tanto de quem plantou o mal como de quem plantou o bem; Deus fará justiça tanto na vida de quem foi justo como de quem foi perverso; Deus fará justiça tanto na vida de quem mentiu como de quem falou a verdade; Deus fará justiça na vida tanto de quem obedeceu à Sua Palavra como de quem lhe desobedeceu…
Enfim, o Espírito Santo diz que de Deus não se pode zombar, nem escarnecer. E como é que uma pessoa zomba, escarnece de Deus? Quando a pessoa não leva em consideração a Sua Palavra, desobecendo-Lhe.

O engano. Existem três tipos de pessoas: as que se enganam, as que são enganadas pelos outros e as que enganam os outros. Todos nós corremos o risco de ser um desses três tipos, mas o Espírito Santo não é enganado. Devemos olhar para todas as pessoas com bons olhos, pois cabe ao Espírito de Deus revelar quem é quem. Cabe-nos a nós manter o nosso coração limpo e ao Espírito Santo revelar a verdade.
Não nos podemos deixar cair no erro do autoengano, ou seja, quando temos consciência dos nosso atos, mas ficamos pensar que irão ser os outros a sofrer as consequências, ou quando pensamos que o que fazemos hoje não iremos colher amanhã. Sabemos que se obedecermos à Palavra de Deus seremos abençoados e salvos, mas se desobedecermos à Sua Palavra estaremos a zombar d’Ele.
Não nos devemos enganar, mas também não devemos enganar ninguém porque tudo o que semearmos iremos colher.
Temos o poder de não nos enganar e de não enganarmos os outros, só não temos o poder de não ser enganados pelos outros. Em relação a Deus, nós temos o poder da decisão de Lhe obedecer ou não. Afinal, a vida de cada um é o resultado das suas escolhas, o que colhermos hoje foi o que plantámos ontem!

Fonte: Bispo Domingos Siqueira

 

2018-08-20T15:54:06+00:00
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Aceitar