Em plena pandemia, IURD faz doações aos sem-abrigo, respondendo ao apelo da CML

Não é só nos momentos de crise que a solidariedade humana mais se manifesta…

O Coração Universal, braço social da Igreja Universal do Reino de Deus em Portugal, possui várias vertentes de atuação, sendo que os Anjos da Noite é o grupo de voluntários que trabalha diretamente no que toca ao apoio e recuperação social ativa da população sem-abrigo. São estes os habitualmente esquecidos da sociedade, que são relembrados diariamente pelos voluntários da IURD.

Todavia, vivemos numa fase especialmente atípica e peculiar da história da humanidade, um vírus, que assumiu características de pandemia, tem provocado alterações no estilo de vida das populações um pouco por todo o mundo. Por isso, a solidariedade, hoje em dia, não perdeu o seu peso, mas assumiu outros meios de atuação.

Como forma de mitigar os efeitos que a pandemia de Covid-19 tem vindo a causar em todo o país, foi provisoriamente acolhida uma larga fatia da população sem-abrigo.  E foi, mais precisamente, no Pavilhão Desportivo Vistoso, localizado no Areeiro, que a Câmara Municipal de Lisboa (CML) recolheu e abrigou das ruas da capital cerca de 120 sem-abrigo.

A estas pessoas tem sido facultado apoio no que diz respeito a alimentação e a dormida, todavia, uma das lacunas essenciais era relativa a roupas e produtos de higiene, tendo sido esta a solicitação da CML. Atendendo ao apelo da Câmara de Lisboa, a IURD fez a rápida doação de mais de 1000 produtos para kits de higiene e de cerca de mais de trezentas peças de roupas novas, tanto masculinas, como femininas.

A Igreja Universal, como é habitual, tem estado alerta e pronta a atuar no que respeita as necessidades daqueles que sofrem, sempre no âmbito e respeitando as diretrizes de segurança facultadas pelas autoridades do país. O seu trabalho de voluntariado evidencia-se ainda mais nesta fase difícil, estando a postos para responder às solicitações dos desprezados e dos rejeitados pela sociedade. A prioridade da IURD tem sido chegar até estas pessoas para levar a força, o vigor e, especialmente, uma palavra de fé, que traz vida e produz a transformação tão desejada.