Contaminação

Fonte de Imagem: Universal.org

Leia a mensagem de hoje do livro “O Pão Nosso para 365 dias”

“O que sai do homem, isso é o que o contamina. Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as malícias, o dolo, a lascívia, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Ora, todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem.” (Marcos 7.20-23)

O coração produz os piores venenos. Tudo o que há de pior neste mundo tem origem no coração humano. Quem se preocupa com as práticas religiosas e acha mais importante não fazer isso ou aquilo, mas insiste em deixar o coração livre para dirigir sua vida, não sabe a armadilha em que está caindo.

Quem tenta se firmar na fé apenas cuidando em manter uma aparência cristã, cedo ou tarde vai cair. A matriz de tudo aquilo que contamina o homem é o coração. O coração é o centro das emoções, dos sentimentos. Ele é inconstante, é rebelde, é corrupto. Se você não conseguir dominar as suas emoções, elas dominarão a sua vida. E se elas dominarem a sua vida, você estará perdido.

Ao contrário do que o mundo prega, seguir o coração é a pior besteira que alguém pode fazer. “De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a Tua Palavra” (Salmos 119.9). Isso não vale
só para os jovens, não. Observar seu caminho segundo a Palavra de Deus é a maneira mais segura de se manter puro e, consequentemente, salvo. Tenha você a idade que tiver.

(*) Fonte: livro “O Pão Nosso para 365 dias”, do Bispo Edir Macedo

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org