Casar engorda?

Muitos estudos mostram que o casamento faz bem à saúde porque conviver com um parceiro pode reduzir o estresse e o risco de doenças cardiovasculares. Mas, quando se trata da aparência, os casados têm deixado a desejar.
Uma pesquisa publicada no Journal of Family Issues indica que em geral os casados têm mais tendência a engordar do que os solteiros e divorciados. As entrevistas foram feitas com norte-americanos ao longo de duas décadas, a partir de 1979.

Outro estudo, divulgado pela Universidade de Edimburgo, na Escócia, aponta que a mudança de hábitos depois do casamento é comum e que isso pode impactar diretamente no ganho de peso, especialmente das mulheres.
A psicóloga Mônica Raouf El Bayeh diz que no início do namoro as pessoas normalmente se cuidam, mas muitas relaxam depois de subir ao Altar. “Se a pessoa está com um parceiro novo, ela volta para a academia, recomeça a dieta e cuida do pé e da mão toda semana. Tem vontade de mostrar o que tem de melhor. Agora, o que ‘avacalha’ o casamento é a sensação de que ‘o jogo já está ganho’. Por causa desse desleixo consigo mesmo e com o outro, as pessoas se perdem, deixam de se cuidar e o casamento começa a esfriar”, observa.

Relaxar com a aparência
Foi o que aconteceu com Fernanda Ferro Celli, de 33 anos, e com Carlos Alberto Bastos Celli Junior, de 37 anos (foto a esq.). “Nos casamos em 2004 e, aos poucos, nos acomodamos e deixamos de priorizar a saúde física. Tínhamos tempo para tudo, menos para nos cuidar”, conta Fernanda.

Eles revelam que comiam muitos lanches e descuidaram da aparência. “Nossa vida era corrida e relaxamos mesmo. O fato de não nos cuidarmos acabou atrapalhando tudo na nossa vida, desde o relacionamento conjugal até a nossa saúde física e mental”, diz Carlos.

Ambos engordaram muito nos primeiros anos de união. “Quando casei pesava 50 quilos; cinco anos depois estava com 95 quilos. O Carlos pesava 88 e chegou aos 110 quilos. Com o excesso de peso, ficávamos muito cansados facilmente e isso atrapalhava nossa união porque eu ficava muito estressada”, diz Fernanda.

Quando eles perceberam que o excesso de peso e a baixa autoestima estavam atrapalhando a relação, decidiram que precisavam mudar. “Tudo era motivo para brigarmos. Lembro que fui ao médico e ele me disse: ‘quanto tempo você quer viver?’ Percebi que precisaria emagrecer se quisesse ter saúde e manter meu casamento”, observa Fernanda.

Na Terapia do Amor, eles entenderam a importância de se cuidar melhor. “Aprendemos com as palestras que em uma relação a conquista é diária, o que inclui cuidar da aparência. Decidimos juntos mudar nossa alimentação com reeducação alimentar. Perdi 17 quilos e ela 21 em um ano e seguimos uma rotina diária de boa alimentação e exercícios”, conclui Carlos.

A psicóloga reforça a necessidade do amor-próprio para o sucesso do casamento. “É preciso se renovar constantemente, saber se tornar interessante, gostar de si mesmo e dar valor à pessoa que está ao seu lado. A gratidão reforça parcerias.”

Fonte: Universal

Artigos Relacionados

Terapia do Amor

The Love School

Casamento Blindado

Namoro Blindado

2019-01-21T10:31:42+01:00
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Aceitar