Bispo responsável pela Universal no Texas fala sobre o ataque a tiros

Fonte de Imagem: Universal.org

Outro ataque aconteceu horas depois em Ohio.
Diante dessas tragédias, veja a importância de investir na sua Salvação eterna

Dois ataques deixaram dezenas de feridos e mortos, em menos de 24 horas, nos Estados Unidos. Na manhã do dia 3 de agosto, em El Paso, estado do Texas, 22 pessoas foram mortas e 24 ficaram feridas em tiroteio num popular e movimentado centro comercial. Horas depois, na madrugada de 4 de agosto, um segundo ataque aconteceu no centro da cidade de Dayton, estado de Ohio, ferindo 26 pessoas e deixando pelo menos 9 mortos.

Dois atiradores, dezenas de vítimas

Em El Paso, no Texas, houve pânico e logo o local estava tomado de carros da polícia e de atendimento de emergência. Um homem de 21 anos identificado como o atirador foi preso. Ele teria escrito um manifesto racista que aponta o caso como um provável crime de ódio. O atirador agiu com uma metralhadora semiautomática e realizou os disparos aleatoriamente por cerca de 20 minutos.

Uma das autoridades locais chegou a descrever a situação como um dos dias mais sangrentos da história do Texas.

Em Dayton, Ohio, um homem com um rifle em mãos abriu fogo em frente a um bar, localizado no bairro histórico e muito movimentado da cidade. A polícia matou o atirador em menos de um minuto. As motivações deste episódio são desconhecidas. Mas, a polícia norte-americana já investiga se o autor se inspirou no massacre que aconteceu poucas horas antes no Texas.

Desde janeiro deste ano, foram contabilizados nos Estados Unidos 250 ataques com armas de fogo e vítimas, feridas ou mortas.

Repercussão  

As notícias dos ataques mobilizaram e chocaram milhões de pessoas ao redor do mundo. Nas redes sociais, muitos também se pronunciaram. Como Juliana Furucho, esposa do Pastor David Velez, que reside em El Paso. Ela escreveu em seu perfil no Facebook sobre o ataque no Texas:

“Hoje, infelizmente, aqui em El Paso, pessoas morreram em um tiroteio perto da minha Igreja. Almas se perderam. Vamos cuidar da nossa Salvação, porque não sabemos o dia de amanhã. A gente nunca imagina que poderia passar algo assim tão perto de nós, mas aconteceu. Deus nos guardou e nos tem dado o livramento. Vamos orar por essas famílias de El Paso que perderam seus entes queridos”, comentou.

Juliana ainda contou que por volta das 11 horas da manhã, do dia do ataque, recebeu um alerta pelo telefone para se proteger por causa de um tiroteio na cidade. “Ninguém esperava isso, pois aqui é considerada uma das cidades mais seguras para se viver. Por conta da volta às aulas, os centros comerciais estavam cheios de pais e crianças comprando materiais escolares, por isso, o desespero foi muito grande. Algumas senhoras, membros da Igreja, contaram que estavam lá na hora do tiroteio, ouviram os gritos e o barulho forte dos tiros, mas, graças a Deus, conseguiram sair de lá sem nenhum arranhão”, disse.

Segundo Juliana toda a cidade se reuniu para ajudar. “Foi muito triste o que aconteceu aqui em nossa cidade. O Pastor David Velez e o grupo de evangelização da Universal de El Paso estiveram nos hospitais levando apoio espiritual às famílias, que se encontravam desconsoladas por terem seus entes queridos feridos. Procuramos levar o consolo que só Deus pode dar. Pudemos entrar e orar por algumas vítimas do ataque e suas famílias, inclusive para uma pessoa que estava na UTI em estado grave”, concluiu.

Bispo responsável pela Universal no Texas fala sobre o ataque a tiros

Em entrevista ao portal universal.org, o Bispo Alberto Leão, responsável pelo trabalho da Universal no estado do Texas, falou sobre o episódio e tranquilizou parentes de membros da Igreja que tenham familiares na região.

“Nós tivemos alguns casos de membros da Igreja que estavam no local no exato momento do massacre. Outros, estavam a caminho. Todos, por uma intervenção divina, não sofreram nada. Mas, isso nos faz reforçar o cuidado e total atenção com a nossa eternidade, nossa Salvação. As pessoas que morreram neste massacre jamais imaginariam que aquele seria o último dia das suas vidas. Este triste acontecimento confirma a realidade de que o diabo vem para matar, roubar e destruir. E, quando coisas assim acontecem em um país como os Estados Unidos, fica claro que o mal atua no mundo inteiro. É por esta razão que a Universal está em muitos países e continuará estendendo este trabalho por todo o mundo”, afirmou o Bispo.

Para saber mais sobre a vida eterna com Deus, participe de uma reunião em uma Universal mais próxima de sua casa.

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org