Anjos do Templo no viaduto de Santa Apolónia

Em plena capital, mais precisamente no viaduto de Santa Apolónia, várias pessoas necessitadas e carentes de tudo fazem deste local a sua habitação

Russos, ingleses, vários portugueses e, inclusivamente, brasileiros têm morado como verdadeiros mendigos, já que se encontram em condição de sem-abrigo. Usam o papelão e caixas de cartão para fazer as suas “casas” ou abrigos temporários para sobreviver à dureza das noites que se vão sucedendo, uma após a outra. As paredes são de papel, o teto de madeira ou plástico… e ali permanecem, a gemer e a sofrer por não saberem como reverter a sua situação.

O senhor Silva é uma destas pessoas… no passado, ele frequentou a Universal e, enquanto lá estava, tornou-se empresário e começou a conquistar muitas coisas. Por ter começado a adquirir muitas coisas, passou a deixar de ir à Igreja e, gradualmente, foi perdendo tudo o que tinha conquistado. Acabou por ir à falência e teve de começar a trabalhar numa outra empresa, por conta de outrem. Com esse trabalho, comprou uma casa da Câmara onde passou a morar, mas, por ter sido despedido, deixou de ter condições para pagar a casa e hoje em dia mora na rua, debaixo do viaduto, numa das tantas “casas de papelão” que ali existem. Porém, neste dia, ao ser abordado pelos Anjos da Noite, ele decidiu mudar de vida e voltar para Deus…

Tratou-se de uma noite muito especial para todos os voluntários deste grupo solidário, já que puderam estender a mão para os sofridos e necessitados, tendo muitas pessoas sido curadas e outras decidido já no próximo domingo estarem na Igreja para entregar a vida Jesus Cristo. Com certeza que a semente da transformação ficou plantada no interior de cada um, pois não só receberam a sopa, os bolos, os pães e os sumos, mas, acima de tudo, aceitaram a direção para saírem da situação difícil em que se encontram.

Galeria de Fotos