Aberta é difícil, fechada será impossível

“E disse-lhe um: Senhor, são poucos os que se salvam? E Ele lhe respondeu: Esforçai-vos para entrar pela porta estreita; porque Eu vos digo que muitos procurarão entrar, e não poderão. Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta, e começardes, de fora, a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos; e, respondendo Ele, vos disser: Não sei de onde vós sois; Então começareis a dizer: Temos comido e bebido na Tua presença, e Tu tens ensinado nas nossas ruas. E Ele vos responderá: Digo-vos que não vos conheço nem sei de onde vós sois; apartai-vos de Mim, vós todos os que praticais a iniquidade.” Lucas 13.23-27

Existem duas portas: uma é fácil de entrar, a outra é difícil, muito difícil de entrar, porém, quem por ela entra recebe a Salvação.

Essa porta tem o formato da nossa alma, formato único, independentemente do tipo físico das pessoas. Alto ou baixo, gordo ou magro, o formato da alma é um só.

E um dia essa porta será fechada.
Se estando aberta é difícil de entrar, quando fechada será impossível.

O Altíssimo é Onisciente, Ele sabe de todas as coisas!
Antes de sermos formados, Ele já nos conhecia. (Jeremias 1.5)

Mas, mesmo assim, Ele não conhece como servos aqueles que praticam as iniquidades, embora alguns participem até da Santa Ceia, esses são estranhos aos Seus Olhos. Os Seus Servos são aqueles que fazem a vontade do Seu Pai.

Como fazer a vontade de Deus sem sentirmos dor?

Para passar pela porta que é estreita, mas que me conduzirá à Salvação, eu preciso sentir dores todos os dias, a dor da renúncia, de negar a nossa própria vontade…

A propósito, qual a dor que você sentiu ontem e está sentido agora?

NUNCA ESQUEÇA: Um dia a porta estreita será fechada.
Se estando aberta já é difícil de entrar, quando fechada, e pode ser a qualquer momento, aí será impossível.

Colaborou: Bispo Djalma Bezerra