A terra que te mostrarei

Sem questionar.
Sem argumentar.
Sem discutir opinião.

Mas crendo que Quem estava falando queria o melhor para ele.

Mesmo que fosse difícil entender na hora, pela fé ele sabia que entenderia depois.

Exatamente dessa maneira Abraão partiu, obedecendo à voz da fé. (Gênesis 12.1-4)

“Sê tu uma bênção”, foi uma das promessas que Deus havia feito a Abraão.

Todos nós sabemos que não há a necessidade de buscarmos algo que temos e que somos.

A obediência de Abraão o fez a própria bênção. Sendo assim, não fazia nenhuma diferença escolher o lugar para onde ir, porque, independentemente do lugar, Abraão era e tinha a bênção.

Os que não são, e por isso não têm, vivem de acordo com o que veem, ouvem ou sentem. Sujeitando assim suas decisões ao fracasso.

Foi isso o que aconteceu com o seu sobrinho Ló. (Gênesis 13.9-12)

“Levantando os olhos, escolheu para si toda a campina do Jordão”.

Mal sabia ele que esse lugar só iria trazer desgosto e sofrimento.

Para os que são a própria bênção, até os lugares mais desfavoráveis se tornam em bênção também.

Abraão não escolheu nada, e nem precisava, indo para a terra de Canaã. E não só habitou ali, como a possuiu também.

Essa, por sinal, era a terra que Deus havia dito: “Vai para a terra que te mostrarei.”

Uma vez você vivendo na obediência à Palavra de Deus, o lugar aonde você estiver, ou for, não fará nenhuma diferença.

Você é e tem a Bênção!

Até o que daria errado para outros, para você dará certo.

Todos os servos passarão por essa experiência.

Quem já passou, com certeza vai passar de novo.

Fonte: Bispo Macedo

 

 

O grande conflito

Imagine o que deve ter passado na cabeça de Abraão, no caminho de 3 dias no deserto,
- Bispo Edir Macedo

Fui curada!!!

Estava doente! Mas não era câncer ou doença terminal, era na minha alma!
- Bispo Edir Macedo