A Oferta Alçada

Vocês se lembram dos dez leprosos?

E, entrando numa certa aldeia, saíram-Lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe; E levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós… E aconteceu que, indo eles, ficaram limpos. E um deles, vendo que estava são, voltou glorificando a Deus em alta voz; E caiu aos seus pés, com o rosto em terra, dando-lhe graças; e este era samaritano. E, respondendo Jesus, disse: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove? Lucas 17.12-19

Jesus sabia que todos os leprosos seriam curados, mas só um voltaria para agradecer. Quer dizer, aquele que fora curado e voltou para Jesus, era o que estava oferecendo a oferta alçada.

A oferta alçada é a oferta desinteressada, que nasce dentro do ofertante. E é o Espírito Santo que move o nosso coração para fazer a oferta alçada, que é a oferta que louva e agradece a Deus pela provisão de tudo o que Ele nos tem dado.

Infelizmente, existem muitos ex-pastores, ex-obreiros, ex-membros que foram tão beneficiados, curados de tantas lepras, enfermidades, miséria, vícios, mas onde estão eles? Estão do lado de fora!

Aliás, são mais os que foram abençoados um dia e saíram do que os que voltaram. Isso porque não consideraram Deus como o Senhor da vida deles.

Deus deu a Sua Oferta Alçada para o mundo inteiro, o Senhor Jesus.
Mas quem O tem reconhecido? Quem tem respondido com gratidão?

A Bíblia nos ensina:

Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo. 1 Pedro 2.5

Então, a oferta alçada não é somente aquela oferta física, mas também são os sacrifícios espirituais, são as confissões de louvor dos nossos lábios, nossas orações.

E para fazer esse tipo de oferta, nós não precisamos, necessariamente, estar na igreja. Em qualquer lugar que estejamos, nós temos o direito e o privilégio de fazer essa oferta espiritual.

Contudo, quando tratamos de assuntos concernentes ao Reino de Deus, quem está fora do Reino de Deus não entende. Já que as coisas espirituais se discernem espiritualmente.

Por isso, a oferta é um assunto de extrema importância, mas quem não tem a consciência espiritual, quem não nasceu do Espírito Santo, não entende.