Solidariedade aos idosos de Maputo

Ação distribuiu alimentos, kits de higiene e limpeza, além de oferecer apoio espiritual.

Mesmo com a necessidade de obedecer ao distanciamento social, a higienização das mãos, entre outros cuidados neste período de pandemia, nada impossibilitou que, recentemente, o grupo Calebe promovesse uma visita de solidariedade ao Lar de Idosos, no bairro de Matendene, arredores de Maputo, capital de Moçambique.

Ajuda necessária

Na oportunidade, foram doados materiais de higiene, limpeza e proteção. Entre os itens, papel higiênico, máscaras, pasta e escovas de dente, sabonetes, barras de sabão, sabão líquido, água sanitária, sabão em pó, vassouras, rodos e pás de lixo. Além desses, 100 quilos de arroz e 70 quilos de farinha de milho.

Na ocasião, cada pessoa também recebeu apoio psicológico e terapia de grupo como forma de eliminar a solidão nesta faixa etária, promovendo uma vida saudável.

Ainda durante a ação, o Pastor Julival de Jesus, responsável pelo grupo Calebe no país, realizou uma oração em prol dos idosos, para que Deus concedesse saúde e paz a todos. “Mesmo vivendo o abandono familiar, eles se mostraram satisfeitos pelos cuidados recebidos, outros porque têm um lar onde fazem a higiene corretamente e por não faltar o alimento e amparo por parte de diversas instituições, como é o caso da Universal”, ressaltou ele.

Reconhecimento do trabalho

Segundo Alice de Abreu, vereadora do Pelouro de Saúde da Ação Social do Conselho Municipal de Maputo, o gesto prestado pela Universal mostra o cuidado em relação aos idosos. “Esperamos que esta parceria continue de modo que os idosos permaneçam recebendo o devido apoio”, completou ela.

Lúcia Comiche, Fundadora e Patrona do lar da Terceira Idade de Magoanine, também se mostrou satisfeita pelo gesto e agradeceu por saber que a Igreja vem mais uma vez ajudar a suprir algumas dificuldades da instituição. “Agradeço do fundo do meu coração à Igreja Universal por terem ajudado a suprir as dificuldades não só alimentares, mas para que possamos continuar a desinfetar as mãos”, comentou Lúcia.

Além dessas, José Guerra, Presidente do Conselho de Direção da Universal em Moçambique, também demonstrou satisfação. “A Universal tem sido um dos apoiantes deste lar, de três em três meses, sempre prestamos o nosso apoio, por isso, agradeço pela oportunidade que nos é concedida”, finalizou ele.

Fonte: Universal.org