Socorro: não tenho tempo!

Veja como otimizar o seu dia a dia e atender todas as demandas

Vivemos em um mundo com um ritmo acelerado. Também somos constantemente cobrados pelo chefe, pelo cônjuge, pelos filhos, pelos amigos e também por nós mesmos. O que se percebe é que há muito por fazer e bem pouco tempo para realizar tudo que desejamos.

Quem já não ouviu alguém próximo dizer que não tem tempo para nada nem para cuidar da saúde ou enfatizar como é difícil arranjar espaço para voltar a estudar, por exemplo?

Você certamente já deve ter escutado algum amigo falar que não consegue ter momentos de qualidade com a esposa e os filhos, em razão das demandas que sua vida apresenta, ou talvez você mesmo esteja passando por isso. Mas se, por um lado, essas situações são reais e acabam sendo motivo para a falta de tempo, por outro, no caso de muitas pessoas, são apenas uma desculpa para a falta de ação.

Para o life and professional coach Emanuel Quiroz, hoje em dia se faz uma confusão muito grande entre o trabalho que dá resultados e as pessoas que ficam atarefadas demais. “De maneira geral, quando se tem muitas tarefas a realizar, a impressão é que se está trabalhando muito, mas isso acontece porque não existe uma organização do tempo. Ela é positiva para que se possa trabalhar e ter um rendimento melhor e fundamental também para otimizar o tempo para todas as áreas da vida”, avisa.

Na opinião de Quiroz, quem quer aproveitar melhor o tempo precisa primeiro se programar. “Fazer um planejamento ajuda a definir as tarefas mais importantes e a determinar quais serão feitas primeiro. Para isso é importante ter uma agenda para listar os compromissos.

Ela pode ser analógica ou digital. Hoje, além da agenda de papel, temos muitas ferramentas boas para esse tipo de serviço, como a agenda eletrônica do celular e também aplicativos disponíveis gratuitamente”, explica.

O especialista também aconselha a se beneficiar dos avanços tecnológicos e utilizar a internet. “Para melhorar o gerenciamento de tempo também é possível aproveitar vídeos e podcasts no período livre de trajeto entre a sua casa e o trabalho. No Japão, essa prática é muito comum. As pessoas leem no metrô e muitas até fazem cursos online. Você pode aproveitar esse tempo para ler a Bíblia”, exemplifica.

Porém, para o especialista, de nada adianta eleger prioridades e usar ferramentas de otimização se não houver foco. “Ter disciplina é fundamental para alcançar o objetivo que foi traçado. Talvez você não consiga atingir imediatamente algo a que se propôs e até há estudos que colocam um período de 20 dias para que as pessoas se adequem a um objetivo. Se você deseja cuidar da saúde, deixar de lado um mau hábito ou ter mais tempo para a família, por exemplo, necessitará de um tempo para colocar essas metas em prática”, diz.

De acordo com Quiroz, também é preciso evitar as distrações. “Quando estamos buscando um objetivo e ocorre uma falta de concentração, como a parada para assistir a um vídeo que recebemos no WhatsApp, por exemplo, perdemos um tempo precioso para retomar a concentração no que estávamos fazendo. Por isso, o foco é importante. Contudo não se pode ser cruel a ponto de deixar de ir ao banheiro porque há um horário determinado para isso. Trata-se de uma função biológica e ela é que vai determinar uma pausa”, afirma.

Por outo lado, para Quiroz, quem se propõe a algo diferente também não pode ficar se martirizando se perdeu o foco em algum momento.

“Quando não conseguimos seguir o planejamento porque aconteceu algum imprevisto ou não houve persistência, não adianta ficar se remoendo. Se perdoar é fundamental e mais importante ainda é retomar o caminho que havia se proposto e seguir em frente. Pode demorar um pouco mais, mas o resultado será uma organização melhor para ter mais tempo para si mesmo, para a família, para os amigos e até no trabalho”, analisa.

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org