Será que você não está aprisionado nesta “Teia”?

É inegável o número de benefícios e o enorme progresso que a Internet veio trazer para a humanidade, mas, como em tudo o que é positivo, tudo pode mudar quando o uso é abusivo

A palavra em inglês “Web”, que significa “teia” ou “rede”, precisamente como a teia de aranha que começa com uma linha reta de um  o translúcido e, quando concluída, torna-se um lindo desenho hexagonal. É um emaranhado de os, capaz de suportar ventos e prender animais e insetos maiores do que uma pequena aranha, que lhe servirá de refeição, assim tem sido a perfeita armadilha para muitos que têm entrado nessa Web-Teia.

É uma descrição perfeita para quem se aprisiona nesta teia, na Web, que se tem tornado cada vez mais viciante para a maioria da população mundial.

FÁCIL ACESSO. Quando a Web foi criada, na década de 80, era destinada essencialmente a empresas, para facilitar o armazenamento e partilha de dados. Não era “qualquer pessoa” que tinha acesso a um computador, que mais parecia uma caixa. E foi em 1993 que a World Wide Web (WWW) se tornou acessível a todos os que quisessem, e,
com o passar dos anos, vemos hoje tantas vertentes da web, e de tão fácil acesso. 1000 vezes mais rápida do que quando surgiu, desde um computador a um telemóvel, a web está ao alcance de todos, e de praticamente todas as classes sociais, possível de carregar na palma da nossa mão.

DE NECESSIDADE A VÍCIO. E toda esta facilidade tem um lado “web”, tem um lado “teia”, que tem aprisionado mais de 50 milhões de pessoas no mundo inteiro, um vício que chega a ser comparado ao do álcool e drogas, que tem efeitos tão graves quanto esses tipos de vícios. Talvez você ache um exagero considerar a internet um vício, quando ela também é uma necessidade. Mas, até que ponto se torna necessária? Qual o limite certo de uso da Web

VERDADEIRA OBSESSÃO. Quando a necessidade passa a ser uma obsessão, algo que não consegue  car sem, então, torna-se um vício. Se  car sem aceder à Web, redes sociais, telemóvel, e tudo o que envolve a Web é difícil para si, então, você tem um vício. E esta Web-Teia, tem feito muitos “reféns”, acarretando problemas em relacionamentos, no casamento, tem sido um dos motivos de muitos divórcios. Reduz a performance no trabalho e nos estudos, promove transtornos de comportamento e até depressão e tudo isso para tentar aliviar ou fazer esquecer a angústia e frustrações que a pessoa não quer enfrentar e vencer.

Fontes: bencorp.com.br; wikipedia.pt; canaltech.com.br