Resposta aos Média

Recentemente a Universal se transformou em alvo de parte da mídia portuguesa que, movida pelo ódio religioso, passou a divulgar mentiras sobre a adoção de crianças e até mesmo sobre o Jejum de Daniel.

Como pode ser lido em matéria publicada anteriormente no Portal Universal.org, a Justiça de Portugal entendeu que nenhuma irregularidade foi cometida pela Universal ou por seus membros. Portanto, os veículos de comunicação que moveram essa campanha de difamação têm a obrigação de publicar em igual espaço o direito de resposta da Universal.

O jornal online Correio da Manhã publicou a resposta da Universal no dia 25 de fevereiro. Ali, a direção da igreja repudia todas as acusações feitas sem provas, inclusive a de que as crianças eram utilizadas em cultos para arrecadar dinheiro dos cristãos:

“Sendo um Lar Cristão é normal as suas crianças participarem nas cerimônias religiosas. Inclusive, muitas vezes as crianças apresentavam nessas cerimônias trabalhos por si efetuados, como por exemplo cânticos”.

Leia toda a resposta acessando essa página: http://www.cmjornal.pt/mais-cm/detalhe/20180225_17… .

Já o site Observador publicou o direito de resposta da Universal no dia 21 de fevereiro. Anteriormente, o veículo havia caluniado a igreja ao afirmar que o Jejum de Daniel foi estabelecido como meio de impedir que os cristãos tivessem acesso às acusações que estavam sendo realizadas.

A verdade é que a Universal realiza a campanha “Jejum de Daniel” há vários anos, com intervalos de alguns meses. E, por esse ataque à crença cristã propagada pela igreja, o Observador foi obrigado pela Justiça de Portugal a publicar o direito de resposta, que pode ser lido acessando a seguinte página: http://observador.pt/2018/02/21/direito-de-respost…

A Universal repudia todas as imputações e falsas afirmações que o artigo lança sobre a nossa Igreja, exigindo a reposição da verdade, para salvaguarda da reputação de todos aqueles que partilham a nossa fé.

Fonte: Universal

2018-09-04T12:04:02+00:00
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Aceitar