Que valores precisamos de ensinar aos filhos todos os dias?

Já diz o ditado que “a educação vem de berço” … sinal da responsabilidade inerente aos progenitores na formação do caráter dos seus filhos

Respeito, humildade, cortesia, solidariedade, tolerância, integridade… nunca é demais repetir para os seus filhos a importância dos
bons valores. Explicar como eles se podem tornar pessoas melhores, pois é disso que se trata, semear hoje, para colher amanhã. É um facto, os bons valores devem ser aprendidos ainda na infância e transmitidos de pais para filhos, como uma herança. No entanto, preocupados com as necessidades básicas diárias, muitos pais esquecem-se de que são modelos em quem os filhos se espelham e que tudo o que possam dizer ou fazer será absorvido e replicado.

MISSÃO

Porém, esta tarefa nem sempre é inata ou facilmente assumida por todos os pais. Ciente desta realidade, a Igreja Universal, através dos seus grupos de apoio direcionados para as diferentes faixas etárias, providencia ensinamentos práticos e eficazes, não só para as crianças, adolescentes ou jovens, mas também para os seus pais. É na EBI, FTU e FJU que muitos participantes mais jovens (e não só) têm encontrado o seu lugar no mundo, na sociedade, na escola e mesmo na família, com isso, aprendem a ser melhores pessoas, tanto para si mesmos, como para o seu próximo.

Sandra Perpétuo, coordenadora da EBI em Portugal, fala sobre o que é verdadeiramente importante na construção do caráter de cada criança

Que valores considera fundamentais para formar o caráter de uma criança?

São valores que, constantemente, são referidos, mas que nem sempre praticados ou ensinados. Mas, contudo, são essenciais para a formação de caráter de uma criança, são eles a verdade, honestidade, justiça, o ser solidário com o seu próximo, o respeito e o temor a Deus.

Em que medida a Palavra de Deus é importante na formação dos mais pequenos?

É importante ensinar as crianças a ter como base da vida delas a Palavra de Deus, de recorrer a ela quando precisarem de orientação, de uma resposta, de acalmar uma inquietação… A Palavra de Deus ensina-nos tudo para o nosso dia a dia, ela é atual, por isso, as crianças que têm essa formação, essa ligação com a Bíblia, tornam-se mais fortes, mais conscientes do que é certo e do que é errado. Assim, farão, com certeza, as melhores escolhas e estarão menos vulneráveis às investidas e pressões deste mundo, desviando-se do que lhes possa fazer mal.

Considera importante os pais, como educadores, meditarem sobre a Bíblia com os seus filhos?

É fundamental essa prática, até porque, se já existir nos pais esse hábito de lerem a Bíblia, será muito mais fácil incutir nos filhos, porque toda a criança busca referências nos seus pais. Existe uma urgência e uma preocupação por parte dos pais em providenciar o melhor para os seus filhos, roupa, comida, um bom lar, estudos…, e, nessa mesma linha, tem que estar incluída a educação espiritual,
a meditação na Palavra de Deus. A presença dos pais é muito importante para a educação dos fi lhos. A própria Palavra de Deus diz que “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele”. (Provérbios 22.6)
Ou seja, os pais devem ir ensinando durante toda a caminhada com os seus filhos e estar presentes em todas as fases da vida deles.

Para as diferentes faixas etárias, existem os grupos na Universal, que não só oferecem o seu apoio e orientação, como
têm por objetivo levar a educação cristã aos mesmos. Sendo a EBI o primeiro a exercer este papel, nomeadamente, na infância, qual a sua principal tarefa?

A EBI é muito mais que um lugar onde as crianças ficam enquanto os seus pais participam de uma reunião. A EBI tem como principal propósito dar a conhecer Deus às crianças; levar-lhes a educação cristã; prepará-las para o futuro, conscientizando-as dos seus princípios e responsabilidades como cristãos na sociedade, assim como dar auxílio e orientação aos pais de como educar os seus filhos no caminho de Deus.