Por que você fala tanta besteira

Se você é o tipo de pessoa que toda hora tem que pedir desculpa por ter falado o que não devia, ou ter feito um comentário inadequado, ou ter levantado um assunto que acabou magoando alguém, saiba que não é se isolando de todos nem fechando a sua boca que você vai parar de falar besteira.

Jesus, ao se deparar com os fariseus, falou sobre o porquê disso em Mateus 12:34 – 37:

“Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.”

Pasme, o que você fala é um retrato de quem você é! Isso mesmo. Não é porque você é humano e todo mundo erra, nem porque você falou sem pensar. É porque você tem aquilo que você falou dentro de você, e EM ABUNDÂNCIA.

Isso significa que muitas vezes não nos conhecemos tão bem quanto pensamos. Achamos que somos boas, enquanto o nosso coração está cheio do que é mau.

Por que isso?

Porque o nosso coração é o local onde armazenamos tudo que ouvimos com os ouvidos e vemos com os olhos, como um baú da alma, como Jesus fala a seguir:

“O homem bom tira coisas do bom tesouro do seu coração, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más.”

A pergunta é: o que você tem visto com os seus olhos e ouvido com os seus ouvidos? Está aí a resposta do por que você fala tanta besteira… você tem a consumido muito e seu coração está cheio dela, praticamente transbordando e, por isso, ela sai pela sua boca.

Eis uma lista de fontes muito populares de besteira:

– Grupos de WhatsApp ou Telegram que não são “oficiais” ou seja, de exclusividade para trabalho ou assuntos de família;
– Redes sociais de pessoas que não têm nada para dar, só causar;
– Roda de amigas que não temem a Deus;
– Filmes, seriados, novelas, programas de TV e Reality shows que não condizem com a nossa fé;
– Livros, revistas e certos sites que não condizem com a Palavra de Deus.

É pelo que falamos que saberemos quem somos de verdade e, portanto, devemos avaliar o que temos alimentado no nosso coração, pois é ali que se avalia quem é quem.

Como Jesus disse: “Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado.”

Na fé.