Por que os pensamentos ruins surgem

Saiba quais são os princípios fundamentais para vencer a batalha da mente

“Você não vai conseguir”, “para que tentar abrir um negócio ou se destacar na carreira, se você é ruim?”, “será que você está salvo mesmo?” Esses pensamentos bombardeiam diariamente a mente de muitos cristãos, mas será que é normal, apesar de ser convertido ou no momento em que se está buscando ter mais comunhão com Deus, ser atacado por esses julgamentos negativos?

Segundo o Bispo Edir Macedo, é sim. Os pensamentos ruins vêm à mente de todos, mas a questão é como reagir a eles. “Do ‘nada’ eles surgem, como moscas procurando pousar. Os maus provocam dúvidas, medos, ansiedades e preocupações. Vêm para forçar atitudes erradas. Não há como impedi-los de chegar, mas há como vomitá-los e impossibilitar que façam ninhos”, observa.

Principalmente quando a pessoa está buscando o Espírito Santo, ela é inundada de pensamentos negativos, de pecado, de dor e sofrimento. O Bispo Macedo explica que esses pensamentos são diabólicos e atuam nesse momento da busca justamente para que a pessoa duvide de que possa receber o Espírito Santo.

Mude o foco

Por isso, é preciso lutar para vencê-los diariamente. “Baixinho, baixinho, mas com voz audível, agradeça a presença de Deus em sua vida; louve a presença do Espírito Santo; mencione o Nome do Senhor Jesus; enfim, diga palavras que os neutralizem. Experimente! Tenho certeza que eles vão desaparecer”, orienta.

O Senhor Jesus nos ensina que a nossa guerra não é “contra a carne e o sangue, mas contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século.” (Efésios 6.12). Sendo assim, só há um que não quer que você siga firme na Fé: o diabo.

A verdade é que ele sempre vai tentar fazer você desistir e soprar maus pensamentos. Essa é apenas mais uma tentativa para impedi-lo de avançar na Fé. “Ser tentado não é pecado, pecado é cair em tentação. Esteja sempre atento e vigilante para responder à altura pelo poder da Fé que há em você. Quando eles surgirem, tire-os de letra com louvores. O fato é que, quando falamos ou pronunciamos palavras celestiais, os pensamentos infernais não suportam. Lembre-se: quando pronunciamos a Palavra, direcionamos os pensamentos. O louvor ao Senhor fortalece os pensamentos e muda o foco. Chame-se a isso de resistência ao diabo: ‘… resisti ao diabo, e ele fugirá de vós’. Tiago 4.7”, observa o Bispo.

Medite mais na Palavra de Deus

Quando os pensamentos negativos somam mais espaço do que os positivos em sua mente, talvez seja necessário questionar se você tem estado mais na presença de Deus ou na do mundo no seu dia a dia.

A matemática é simples: se você tem frequentado as reuniões, lido diariamente a Palavra de Deus, buscado estar na companhia daqueles que praticam a mesma Fé e, sobretudo, está tendo atitudes diárias de um verdadeiro filho de Deus, menores são as chances de ficar atribulado com pensamentos ruins.

Agora se você tem deixado de ir às reuniões, não tem meditado na Palavra de Deus, tem andado com pessoas que nada têm a ver com a Fé e se esquecendo de pensar “o que Jesus faria?” antes de tomar decisões, maiores são as chances dos pensamentos negativos ganharem espaço na sua mente e na sua vida.

Só para que você tenha uma ideia, você sabia que quanto mais notícias ruins uma pessoa consome, maior é a probabilidade de ela ficar triste e continuar consumindo notícias ruins? Essa foi uma conclusão de uma pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia com 4.165 voluntários.

Quanto a isso, o apóstolo Paulo deixou um conselho muito sábio: “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” (Filipenses 4.8).

Pensamentos do Alto

Por isso, o Bispo Macedo ressalta a importância de alinhar atitudes e pensamentos com Deus. “Quando penso e pratico os pensamentos do Eterno, desprezo ideias, conselhos e pensamentos fúteis e vazios deste mundo, elimino dúvidas e medos de fracassos. Há segurança, há certeza no meu caminhar, com ou sem tribulações, porque não dependo do que sinto ou deixo de sentir, mas do que está escrito. As promessas do Todo-Poderoso me garantem chegar ao porto seguro.”

Por fim, o Bispo Macedo também salienta que quem serve a Deus tem a força para resistir aos pensamentos negativos e a Voz de Deus para ser encorajado. Dessa forma, deve seguir em frente, sem medo: “então, vá fundo, sem medo. Essa batalha com a dúvida é travada no íntimo e é justamente aí que se define a vitória. Isso é combater o bom combate da Fé para se tomar posse, não apenas da vida de qualidade, mas, sobretudo, da vida eterna”.

Fonte: Universal.org