O seu maior inimigo não é o diabo

Saiba mais detalhes de “quem” é o seu verdadeiro adversário

Por definição, inimigo é todo aquele que se faz contrário a alguém e procura prejudicá-lo.

A Bíblia nos alerta de que o diabo é o nosso adversário e anda sempre ao nosso derredor procurando nos destruir (1 Pedro 5.7). Há até quem não goste de mencionar o nome “diabo” e, em vez disso, fale “o inimigo”, como ele é conhecido popularmente.

Mas, o que muitos desconhecem é que, apesar de ser um, ele não é o nosso maior inimigo.

O Bispo Adilson Silva, responsável pelo trabalho da Universal em São Paulo, ressalta que o maior inimigo do ser humano não é o diabo e, sim, o próprio ser humano.

Nossas vontades

Ele explica que não há pessoa tão santa – ou seja, que não vive na prática do pecado – que não tenha manifestações da sua natureza humana. A mesma natureza que conduz a desejos lícitos, como ter vontade de comer uma comida específica ou de descansar após um dia exaustivo de trabalho, por exemplo, também pode fazer a pessoa cobiçar, por exemplo, alguém que não é seu cônjuge, e desejar uma vida sexual fora do casamento, o que é ilícito.

“A mesma carne vai levar você a se irar e guardar mágoa de quem te fez mal. Ser tentado (a) a odiar. A fazer da mentira uma ferramenta para se livrar de um problema ou para alcançar algum objetivo”, esclarece.

O Bispo alerta que, enquanto estivermos neste vaso de barro – referindo-se ao corpo –, a carne vai manifestar a natureza dela, sempre tentando nos encaminhar contra a disciplina do Reino de Deus. É uma luta que todo ser humano viverá até o seu último dia de vida.

Então, como fazer para não agir segundo sua natureza humana? Qual o segredo para resistir o ímpeto da carne, e não errar?

Domine-se

O maior desafio é resistir à tentação de ceder às vontades ilícitas. É aí que entra o Espírito Santo. Quando uma pessoa O recebe, não significa dizer que ela não passará por tentações. Mas, por tê-lO morando dentro de si, recebeu por meio de um dos Frutos do Espírito – que é o domínio próprio – condição para vencer.

O Senhor Jesus, prestes a ser crucificado, deixou este alerta:

“Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.” Mateus 26.41

O Bispo Edir Macedo em suas anotações de fé destaca que muitos, ao lerem esta passagem, acabam “abraçando” a interpretação que o diabo quer que elas tenham, a fim de justificar seus pecados, ou seja, a de que a carne é fraca.

“No entanto, o que Jesus quis ensinar é que se a carne é fraca, não podemos fazer nenhuma concessão a ela, nem nos distrairmos, espiritualmente, para não cair em tentação. Deus não permite que sejamos tentados além do que podemos suportar (1Co 10.13). Isso significa que cada um é responsável por sua própria queda espiritual, caso ceda aos impulsos do pecado”, explica.

Não se engane. A carne tende sempre para aquilo que é errado. E para não cedermos aos seus caprichos é necessário negarmos a nossa própria vontade, a fim de fazermos a vontade de Deus.

Lembre-se do que o Senhor Jesus disse:

“Se alguém quer vir após Mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-Me.” Lucas 9.23

Escola da Fé Inteligente

Todas as quartas-feiras, acontece a Escola da Fé Inteligente. Uma reunião voltada para aqueles que querem ter a natureza espiritual e não ceder à indisciplina da natureza humana.

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: universal.org