Não cometa esse erro!

Acompanhe a novela Gênesis e aprenda com Terá o que NÃO fazer

É comum as pessoas justificarem a sua má conduta a uma boa causa. Fazem isso, sempre que se sentem reprovadas por terceiros e, especialmente, pela própria consciência.

Por isso, tratam logo de expor – de preferência de forma bem dramática – suas razões, a fim de minimizar o sentimento de culpa e, se possível, até transferi-lo para a outra pessoa.

É o que Terá, o pai de Abrão, vem fazendo desde que chegou em Ur dos Caldeus.

Mas, no capítulo de Gênesis, exibido na última quarta-feira (17), ele se superou. Ao se sentir acuado pela esposa, Terá teve uma reação inesperada.

Acompanhe a cena:

Além de, mais uma vez, querer se justificar, desta vez adotou outra estratégia comumente usada por pessoas orgulhosas, que nunca reconhecem o seu erro: a vitimização. Para tirar o foco do seu erro, se fez de vítima dizendo que a esposa não reconhecia o seu esforço para agradá-la e proporcionar a ela uma vida melhor.

Quando na verdade, tudo que Amat queria é que o marido não perdesse a sua fé e seus valores, e permanecesse fiel ao Deus Único.

Mas, suas atitudes  mostraram que o que Amat tanto temia, já havia acontecido: seu caráter e sua fé estavam corrompidos.

“Eu só levei as oferendas para agradar ao sumo sacerdote, você sabe que eu não acredito em nada daquilo”, alegou, ao ser questionado por Amat sobre as oferendas que ele ofereceu no templo.

É o que você faz e não o que você diz, que importa

Contudo, a resposta de Amat o deixou desconcertado: “É o que você faz e não o que você diz que mostra no que realmente você crer, Terá”.

Amat está certa. Porém, não é só isso. Também são as nossas atitudes, e não as nossas palavras, que mostram quem realmente somos. E, pouco a pouco, Terá está revelando quem é de fato.

Por isso, avalie as suas atitudes. Pois são elas que vão mostrar o quão perto ou o quão longe de Deus você está. Terá dizia crer no Deus Único, mas suas atitudes mostravam o contrário.

Ele também dizia que amava a esposa e que tudo o que fazia era no intuito de lhe oferecer o melhor. No entanto, foi só Amat o contrariar que ele passou a tratá-la com desprezo e indiferença. Porque, no fundo, tudo que ele queria era satisfazer o próprio ego.

De que adianta….

Então, não se engane. De que adianta ir à igreja diariamente, orar, cantar louvores, dar suas ofertas no Altar, se quando você sai do culto age como Terá? Engana, mente, trai, maltrata a esposa, o marido, enfim, “oferece oferendas a outros deuses”.

De que adianta dizer que confia em Deus, se de “vez em quando” você consulta o horóscopo? Claro, você sabe que é uma bobagem, é só uma espiadinha por curiosidade, não é mesmo?

Foi para essas pessoas que o Senhor Jesus disse:

“Hipócritas, bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens.” Mateus 15:7-9

E, por fim, disse mais:

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.” Mateus 6:24

Fonte: Universal.org