Mais de 300 famílias ajudadas em Natal Solidário

Sábado, dia 19 de dezembro, o bairro da Quinta do Mocho assistiu a um dos maiores eventos solidários alguma vez realizados

Filas intermináveis de famílias que já tinham conhecimento do que ali iria acontecer… E porque é sabido que o período que atravessamos tem levado a carências de vária ordem até na classe média, as famílias mais necessitadas ou de ex-reclusos têm visto a sua situação ficar ainda mais difícil. Por este motivo, a comparência de mais de 300 famílias na manhã de sábado, dia 19 de dezembro, neste bairro da periferia da capital não foi de estranhar.

E porque o evento já vinha a ser preparado com muita antecedência, muitas pessoas já se encontravam munidas da sua senha para receber a sacola de alimentos básicos, no entanto, também se registou a afluência de pessoas que não tinham senha, mas que, nem por isso, deixaram de receber a preciosa ajuda.

Tratou-se de um evento muito especial para todas as famílias que ali compareceram, pois muitos encontram-se desempregados, sem rendimentos, o que lhes tem conduzido a situações verdadeiramente constrangedoras, sendo a fome a mais grave de todas.

A Igreja Universal do Reino de Deus colocou o pão na mesa destas pessoas para que, através destes cabazes, elas pudessem vir a ter algo para colocar à mesa na sua ceia de natal.

Mais de 300 sacolas alimentares foram distribuídas, mas não só, pois, para além disso, também receberam uma mensagem de fé por parte do responsável pelo trabalho social da Universal, o pastor Francisco Silva. Esta mensagem centrou-se sobre a época vivida, o natal, em que o mundo comemora o nascimento de Jesus, quando o que necessitam que aconteça nas suas vidas é o “natal espiritual”, que é, precisamente, o nascimento de Jesus no seu coração.

Só desta forma terão uma nova vida, uma nova maneira de ser, de pensar, de agir… pois, quando Jesus nasce dentro da pessoa ela é protegida, não há pragas, bruxedos ou doenças… absolutamente nada, que prevaleça na vida da pessoa, pois ela tem Jesus dentro de si!

Foi, de facto, uma manhã muito especial para todos os envolvidos, inclusivamente para os voluntários, constituídos por membros, obreiros, pastores e suas esposas, que saíram do local felizes e com a sensação de propósito cumprido, por terem sido usados de uma forma tão especial por Deus!

A Universal deixa o seu agradecimento a todos aqueles que de forma tão altruísta colaboraram para que as sacolas pudessem chegar até cada uma destas famílias.