Levando uma parte

MAS um certo homem chamado Ananias, com Safira, sua mulher, vendeu uma propriedade, e reteve parte do preço, sabendo-o também sua mulher; e, levando uma parte, a depositou aos pés dos apóstolos. Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da herdade? Atos 5.1-3

Muitos se perguntam, o que o Espírito Santo tem a ver com as minhas ofertas? Vejamos.

O livro de Atos mostra as obras do Espírito Santo na vida dos primeiros cristãos. Desde o início, quando o Senhor Jesus ordenou que os discípulos não se ausentassem de Jerusalém até que do alto recebessem o Espírito Santo, já vimos ali o sacrifício dos que estavam reunidos no Cenáculo.

De todas as cidades de Israel, Jerusalém era a mais perigosa para os discípulos ficarem nos dias que seguiram a morte do Senhor Jesus na cruz. Sabiam que tanto os soldados romanos quanto os líderes judeus estavam caçando os discípulos de Jesus para extinguir de uma vez por todas a “seita do Nazareno”. Mas foi exatamente em Jerusalém que Jesus mandou que os discípulos ficassem. Ou seja, arriscassem a própria vida.

E no Dia de Pentecostes, que era a Festa das Primícias, o Espírito Santo desceu sobre eles. De 365 dias no ano em que o Espírito poderia ter descido, veio logo no dia em que o povo estava trazendo as primícias para Deus. Coincidência? Não. A mensagem foi clara: o Espírito Santo só vem sobre os que colocam a Deus em primeiro lugar em suas vidas.

Mas um dos fatos mais marcantes que ilustram a relação entre a oferta (símbolo da entrega da vida do ofertante) e o Espírito Santo aconteceu no capítulo 5. Vale a pena ler até o versículo 11.

Ananias e Safira, movidos pela avareza e apego ao dinheiro, retiveram parte do preço da venda de sua propriedade, e levaram “uma parte” para entregar como oferta aos apóstolos. O resultado foi desastroso: em vez de serem cheios do Espírito Santo, Satanás lhes encheu o coração. Mentiram ao Espírito Santo. E perderam a vida, a propriedade, o dinheiro e o pior — a salvação.

Muitos não recebem o Espírito Santo porque só entregam uma parte de suas vidas a Ele. E isso se reflete em suas ofertas no altar.

Ananias e Safira foram orientados que não precisavam ter feito aquilo. Melhor seria não terem prometido nada. O que fizeram pode ser comparado a se casar com alguém que faz juras de amor e depois lhe trai. Melhor seria não ter casado.

Deus não Se entregou por nós “em parte”. Não pense que lhe dará o Seu Espírito se você se entregar a Ele apenas “em parte”.
 
Colaborou: Bispo Renato Cardoso

Fonte: Bispo Macedo

 

 

Aos que Me honram…

Ser escolhido de Deus é um privilégio, mas muitos O desprezam, como foi o caso de Eli, o sacerdote.
- Bispo Edir Macedo

Justiça seja feita!

Quando o Eterno promete mostrar outra vez a diferença, fica claro que o que Ele fez na vida dos servos do passado também fará na vida dos servos do presente.
- Bispo Edir Macedo