Justiça pela Fé, e não por pena

Muitas pessoas pensam e dizem: “Se Deus é justo, por que Ele não me ajuda? Ele não está vendo o que estou passando?”

A resposta é essa: claro que Deus sabe, vê e ouve tudo o que você tem passado, mas Ele não faz justiça por pena ou por qualquer outro sentimento, Ele só faz justiça quando há a manifestação da Fé nEle e na Sua Palavra!

Se Deus fizesse justiça por pena, por sentimento, o mundo não estaria da maneira que está, não haveria tanto sofrimento!

Nós temos na Bíblia a história de Ana, leia o texto:

Houve um homem de Ramataim-Zofim, da montanha de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliú, filho de Toú, filho de Zufe, efrateu. E este tinha duas mulheres: o nome de uma era Ana, e o da outra Penina.
E Penina tinha filhos, porém Ana não os tinha. Subia, pois, este homem, da sua cidade, de ano em ano, a adorar e a sacrificar ao Senhor dos Exércitos em Siló; e estavam ali os sacerdotes do Senhor, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli. E sucedeu que no dia em que Elcana sacrificava, dava ele porções a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos, e a todas as suas filhas.
Porém a Ana dava uma parte excelente; porque amava a Ana, embora o Senhor lhe tivesse cerrado a madre. E a sua rival excessivamente a provocava, para a irritar; porque o Senhor lhe tinha cerrado a madre.
E assim fazia ele de ano em ano. Sempre que Ana subia à casa do Senhor, a outra a irritava; por isso chorava, e não comia. Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?
1 Samuel 1.1-8

Deus sabia tudo o que Ana passava, a injustiça que ela sofria, mas por que Ele não atuou? Por que Ele não fez justiça, curando Ana? Simplesmente porque ela atuava com sentimento de pena, não comia, chorava, lamentava, se fazia de vítima e dependia da fé do marido. Mas, o que ela recebia? Apenas o afago e o sentimento de pena do marido.

Até que um dia a situação de Ana mudou, e Deus fez justiça na vida dela!

Então Ana se levantou, depois que comeram e beberam em Siló; e Eli, sacerdote, estava assentado numa cadeira, junto a um pilar do templo do Senhor. Ela, pois, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente. E fez um voto, dizendo: Senhor dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da Tua serva, e de mim Te lembrares, e da Tua serva não Te esqueceres, mas à Tua serva deres um filho homem, ao Senhor o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha. 1 Samuel 1.9-11

Olha o resultado da Fé que ela manifestou:

E levantaram-se de madrugada, e adoraram perante o Senhor, e voltaram, e chegaram à sua casa, em Ramá, e Elcana conheceu a Ana sua mulher, e o Senhor Se lembrou dela. E sucedeu que, passado algum tempo, Ana concebeu, e deu à luz um filho, ao qual chamou Samuel; porque, dizia ela, o tenho pedido ao Senhor. 1 Samuel 1.19,20

Ela fez o que Deus esperava, e ainda espera, para acabar com a injustiça: usou a Fé!

E aí se cumpre o que está escrito em Salmos:

Oferecei sacrifícios de justiça, e confiai no Senhor. Salmos 4.5

Não tente sensibilizar as pessoas e, muito menos, a Deus com a sua situação de injustiça, use a sua Fé, e Deus lhe fará justiça!!!

Colaborou: Bispo Henrique Costa