IURD atende ao apelo do IPST

Numa época em que o mundo enfrenta a pandemia de covid-19, o IPST apela à dádiva de sangue, pois é necessário um maior número de dadores; mais uma vez a IURD uniu-se ao IPST e respondeu ao apelo para atender a necessidade existente.

Foi na manhã do dia 27 de agosto, na Igreja Universal do Reino de Deus, no Templo Maior em Lisboa, que aconteceu a segunda doação de sangue deste ano 2020, seguindo devidamente as regras de segurança e higiene instituídas pela DGS. Muitos dirigiram-se ao local com apenas um objetivo: salvar vidas; um “pequeno” gesto que faz toda a diferença. Ato este, que permitiu a recolha de dezenas de bolsas de sangue que irá beneficiar a muitos.

Estão previstas mais doações ao longo dos próximos meses, e estendemos o convite a si para que se junte a nós em prol de quem mais precisa.

“Eu sempre procuro doar sangue porque sei que é muito importante. Para mim é sempre muito bom doar porque fico feliz em saber que estou a ajudar alguém através deste ato tão simples que é doar sangue. ”

Clara Rodrigues

“É uma honra para mim fazer parte deste movimento, sou voluntário do FJU e temos sido movidos a participar deste ato porque uma pequena ação de um grande grupo pode causar um grande impacto. Neste momento de pandemia entre outros problemas de saúde que temos passado, toda ajuda é bem-vinda; por isso realizar uma doação de sangue vai provocar um grande impacto na sociedade e sou feliz por fazer parte dele.”

Israel Silva

“Eu participo neste evento porque sangue é vida, sempre que há esta iniciativa, eu procuro estar presente. Eu também coloco-me no lugar do outro porque um dia, eu poderei vir a precisar e gostaria que fizessem o mesmo por mim.”

Isabel Lança

“Estou a doar sangue pela segunda vez, e vejo como uma oportunidade porque através da minha doação poderei salvar muitas vidas. Sinto-me privilegiado em poder ajudar o próximo.”

Cayque Brito