Há muitos “Terás” dentro da igreja. Você é um deles?

Cuidado, não troque o que é eterno pelo que é passageiro

Terá, personagem de Ângelo Paes Leme, na novela Gênesis, representa o típico “cristão” que acredita não haver nada de mal em fazer algumas concessões com respeito à fé, a fim de obter algum benefício.

Já Amat, uma mulher bem definida na sua fé e nos seus valores, ao contrário do marido, não está disposta a negociá-los. Contudo, terá que lidar e conviver com as escolhas erradas do marido.

A começar pela mudança para Ur dos Caldeus, uma cidade cujas maiores características de seus moradores é a idolatria e a poligamia (prática que permite que os homens tenham quantas esposas desejarem). Costumes estes totalmente contrários aos princípios de Terá e Amat, que creem no Deus Criador.

Não faça concessões à sua fé

O problema é que Terá está tão obcecado em alcançar prosperidade e prestígio na cidade, que não consegue enxergar que o caminho que escolheu para atingir os seus objetivos o distanciará, cada vez mais, de Deus. Visto que, em vez de usar a sua fé para alcançá-los,  está – em nome desses objetivos – abrindo mão dela e de seus princípios e valores.

Embora Amat já tenha alertado o marido sobre o perigo dessas escolhas, Terá está tão deslumbrado com as oportunidades diante dele que não consegue perceber os danos que elas podem causar ao seu caráter, à sua fé e ao seu casamento.

A falta de temor faz isso

De acordo com uma postagem realizada no perfil oficial da novela no Instagram, “Terá, diferente de sua esposa Amat, não enxerga o que ele já tem. Ninguém naquele palácio luxuoso tem um casamento feliz, uma mulher que o ama, além do que ele pode proporcionar a ela, e Deus. Pessoas vaidosas têm esse probleminha, pensam só no que não têm. E é assim que perdem o que têm, e pior, o que normalmente não se pode adquirir mais”.

Vejamos algumas atitudes de Terá que não condiz com a conduta de uma pessoa que teme a Deus:

1 –  Se aproximou de Nordic e o ajudou por puro interesse, não havia sinceridade nas suas atitudes, o fez simplesmente no intuito de roubar a confiança dele e obter o queria;

2 –  Ao contrário de Amat, em nenhum momento Terá assumiu a sua fé, mas em vez disso aceitou ídolos de presente e se submeteu a levá-los consigo na missão dada pelo sumo-sacerdote;

3 – Está se deixando envolver emocionalmente com a sacerdotisa Nadi, porque sabe que por meio dela pode obter ainda mais privilégios. Embora não pense em trair a esposa (pelos menos até o momento), também não fez questão de deixar claro para a sacerdotisa que ama a esposa e, portanto, não tem a menor possiblidade de se casar com outra mulher.

Você é um cristão “Terá”?

Enfim, essas são apenas algumas das atitudes de Terá que comprova a sua fé indefinida, do tipo “meio barro meio tijolo”, tão comum na igreja atualmente.

“Quando a pessoa começa a fazer pequenas decisões contrárias aos seus princípios e valores, ela está a caminho de uma mudança drástica de caráter”, diz outra postagem no perfil de Gênesis.

Assim como Terá, existem muitos “cristãos” dentro da igreja, que acreditam que não precisam ser tão radicais assim. Que não há nenhum problema em contar uma mentirinha aqui, outra ali, ainda mais se for por uma boa causa, não é mesmo?

Não troque o que é eterno pelo que é passageiro

Reflita: quais concessões você tem feito com respeito à sua fé para não perder uma posição social, amigos, prestígio, emprego, etc?

Saiba que, lamentavelmente, você está negociando justamente o que é – ou deveria ser para você – inegociável: a sua Salvação. Cuidado, você está trocando o que é eterno pelo que é passageiro. Pense nisso!

Para saber o que vai acontecer com Terá e sua família, acompanhe os próximos capítulos de Gênesis. A novela vai ao ar de segunda a sexta, às 21 horas, pela Record TV Europa.

Fonte: Universal.org