Estamos em guerra, não se distraia

Fonte de Imagem: Universal.org

As consequências podem ser fatais. Entenda

Você consegue imaginar como é um campo de guerra? Trincheiras, barricadas, bombas, campo minado, soldados atentos a todo e qualquer movimento.

Você ficaria distraído em um lugar como esse? Você pararia para bater um papo, cantarolar um novo hit ou ficar “de boa” com os amigos? É claro que não. É uma guerra e as consequências de uma distração podem ser mortais.

Não se embarace

Quando assumimos a verdadeira fé em Deus e em Sua Palavra, devemos ter a consciência de que entramos numa guerra contra nosso adversário espiritual. Veja o que a Bíblia diz sobre isso:

“Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar.” 1 Pedro 5.8

E reconhecendo que estamos em uma guerra espiritual, não podemos estar desatentos, envolvidos emocionalmente com as coisas deste mundo.

“Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra. E, se alguém também milita, não é coroado se não militar legitimamente.” 2 Timóteo 2.4,5

Por isso é que surgem muitos problemas que afligem os que se dizem “da fé”. Porque eles estão distraídos, gastando o seu valioso tempo com coisas que mais os afastam de Deus do que os aproximam do Autor e Consumador da nossa fé.

O Bispo Edir Macedo em suas anotações de fé explica que o apóstolo Paulo usou o exemplo militar para alertar os que decidiram seguir e servir ao Senhor Jesus, porque no período do Império Romano, nenhum soldado se envolvia com o que não tinha relação com sua vida militar.

“As regras de guerra impostas a ele o excluíam de qualquer compromisso que pudesse desviar seu foco da batalha”, esclarece o Bispo.

O Bispo ressalta que “da mesma forma, um soldado do Senhor Jesus deve priorizar o seu privilégio de servir a Ele”, e completa, explicando o que é preciso fazer para isso.

“Para cumprir essa missão, é preciso renunciar aos apelos seculares, às tentações e ao pecado e se comprometer inteiramente com o Evangelho”, concluiu.

Cuidado. A Bíblia já nos alerta para dias terríveis que estão por vir. Situações capazes de confundir até mesmo os escolhidos (Mateus 24.24). O Senhor Jesus está às portas e os que estiverem relaxados em pleno combate ficarão para trás.

“Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.” Mateus 25.13

Jejum de Daniel

O maior prazer de todos os que possuem a Plenitude da Presença de Deus dentro de si está nas coisas do Alto.

Já que nada neste mundo os atraem, porque sabem que nada se compara ao que Deus está preparando para aqueles que O amam.

O “Jejum de Daniel” para o avivamento do Espírito Santo é uma oportunidade preciosa para aqueles que ainda não foram batizados e, também, aos que buscam um avivamento espiritual.

O propósito teve início no dia 19 de maio até hoje, dia 9 de junho.

Hoje, o dia de encerramento é o de Pentecostes com o derramamento do Espírito Santo.

A transmissão feita direto do Cenáculo de Jerusalém com a presença do Bispo Edir Macedo.

Se você deseja esse avivamento espiritual, participe dos encontros que acontecem no Templo Maior ou em uma Universal mais próxima de sua casa.

Compartilhe essa mensagem com seus amigos e familiares.

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org

Artigos relacionados