Dicas para ter um 2020 diferente

Estabeleça essas metas e tenha o melhor ano de sua vida

Todo fim de ano a cena é a mesma: pessoas se abraçam, desejam coisas boas e esperam que o novo ano seja melhor que o anterior. Mas, para que isso se torne realidade, é preciso muito mais do que boa vontade. É necessário que suas atitudes acompanhem as mudanças almejadas.

O primeiro passo para isso acontecer é investir na sua vida espiritual, que lhe dará estrutura para enfrentar e vencer todas as batalhas que surgirem. Com a Salvação em dia e a fé em alta, é impossível que você seja derrotado. Acompanhe abaixo uma série de metas para que você tenha um 2020 realmente abençoado.

O cristão deve manter contato constante com o Altíssimo por meio da oração. Entenda que isso não significa que você deve, necessariamente, falar o tempo todo. Na verdade, sua mente deve estar conectada com as coisas do Alto e seus olhos atentos para identificar e fugir das ciladas colocadas pelo diabo.

“Para ter forças, paciência e perseverança, a fim de suportar as dores e permanecer salvo, a comunhão com Deus, por meio das orações, jamais pode ser negligenciada. É impossível receber as respostas de Deus quanto às Suas promessas e, sobretudo, manter a Salvação, sem uma vida de oração”, orienta o Bispo Edir Macedo na Bíblia comentada.

Se por meio da oração falamos com o Senhor, é por meio da Sua Palavra que Ele nos responde, fortalece e orienta. O Bispo Macedo afirma que ela dá o discernimento para tomarmos decisões e evitarmos tropeços, quedas e termos benefícios diários e eternos.

“Quem medita na Palavra e se submete a ela jamais se desviará da fé. Aqueles, porém, que ignoram Seus conselhos e decidem seguir os próprios caminhos, além de se envolverem em problemas, correm o risco de perder a Salvação”, alerta.

O jejum pode ser considerado uma oração mais fervorosa do que a feita com os lábios. É importante, pois nele há gemidos inexprimíveis da alma em busca de objetivos pessoais ou coletivos.

Entretanto, ele não tem nenhum valor espiritual se, durante a sua prática, a pessoa não estiver em espírito de oração e humilhação diante do Pai.

Uma ideia muito presente no cristianismo moderno é a de que não é preciso frequentar a igreja, já que podemos orar, ler a Bíblia e ter comunhão com Deus em casa.

Contudo, a igreja física tem papel fundamental na manutenção e no desenvolvimento da fé. “É engano pensar que a participação nos cultos e o envolvimento nas atividades evangelísticas são dispensáveis, pois é assim que interagimos uns com os outros e nos estimulamos espiritualmente. Erra quem acredita que pode caminhar na fé isolado de todos, rejeitando a determinação Divina”, diz o Bispo Macedo.

“Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros…”

Hebreus 10:25

Sem o Espírito Santo, o cristão não conseguirá se manter firme até o fim. O Senhor Jesus frisou Sua importância, quando afirmou que não deixaria Sua Igreja órfã e que enviaria o Consolador (leia João 16:7-13).

O Espírito Santo possui a mesma natureza, os mesmos atributos e os mesmos propósitos Divinos. Isso possibilita que Pai e Filho continuem com os Seus servos na terra.

“O Senhor Jesus foi o Guia, o Instrutor e o Protetor enquanto esteve com os discípulos. Ele os sustentou nos fracassos e nas tristezas e suportou os erros deles como um fiel Amigo. Embora o Espírito Santo seja uma Pessoa distinta da Trindade, Ele é igualmente Deus e cumpre perfeitamente o papel de amparar e guiar o homem rumo à vida eterna”, fala o Bispo.


Num tempo em que as redes sociais e o acesso à informação são tão difundidos, muitos cristãos ignoram o perigo de ter estreitas amizades com pessoas perversas e corrompidas moral e espiritualmente. Não entendem que é impossível conviver com alguém e não ser influenciado, de alguma forma, por suas ideias.

“Saber selecionar o círculo de amizades é essencial para quem deseja manter a fé, o temor e a conduta irrepreensível diante de Deus. Estaremos sempre em contato com pessoas dos mais variados tipos, mas devemos limitar a nossa convivência com elas, para que não sejamos afetados por seus costumes”, explica.

“Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.”

1 Coríntios 15:33

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: universal.org