Deixe a sua oferta falar por si!

Tudo na vida exige sacrifício para ser conquistado e tudo o que fazemos ao longo da nossa existência é uma oferta em prol de um bem maior

“A igualdade é a maior injustiça que existe. Somos todos iguais perante a lei porque todos temos direitos e deveres. Mas a igualdade no sentido de ter mais ou menos, de todos terem a mesma coisa é injusta porque se você planta mais do que eu, você tem de colher mais do que eu. Por isso, quando você vê o sucesso de um trabalho tem de pensar em quanto sacrifício foi feito. Afinal, o preço do crescimento é o sacrifício, a renúncia que você faz, isso é bíblico. Quanto mais você se dá, mais recebe!”, começou por explicar o Bispo Domingos Siqueira a todas as pessoas presentes no Templo Maior em Lisboa, no passado domingo, dia 07 de outubro, pelas 9h30.
“Não é só a fé que exige sacrifício, o amor também. Não existe amor sem sacrifício! Até o Próprio Deus por amor a nós teve que sacrificar o Seu Filho, teve que renunciar a Ele. Por isso, quando você não sacrifica pelos seus objetivos, sonhos, você não chega a lugar nenhum, nem vai conquistar nada. Porque o sonho concretiza-se a partir do sacrifício que você faz”, salientou o orador.

A boa oferta. “Tudo o que fazemos na vida é uma oferta que damos, por exemplo: quando você se dedica a uma faculdade, você está a ofertar dias, meses, anos para um objetivo que quer alcançar; quando você se casa, renuncia, sacrifica para que o seu casamento venha a durar.
Mas existem ofertas boas e ofertas más. Deus agradou-se de Abel e da sua oferta, mas não Se agradou de Caim e da sua oferta. E diz no livro de Hebreus que a oferta de Abel fala, clama por ele até aos dias de hoje.
As nossas obras, atitudes falam por nós muito mais do que as palavras. Afinal, nós conhecemos uma pessoa não pelo que ela fala, mas sim pelo que ela faz!
As nossas atitudes revelam quem nós somos, ou seja, as nossas ofertas falam por nós. Se a nossa vida é uma boa oferta para Deus, então, essa oferta vai-nos honrar e ser-nos-á testemunha favorável”, acrescentou ainda o Bispo.

Sinceridade. “Pela fé, Abel ofereceu maior sacrifício do que Caim, pelo qual obteve testemunho de que era justo, o próprio Deus testemunhou isso (Hebreus 11.4). A nossa vida é o resultado daquilo que oferecemos para Deus.
Jesus observou a oferta da viúva (Lucas 21.1-4) e nós entendemos que Deus valoriza a oferta, pois o Senhor Jesus quis mostrar a diferença entre aqueles que honram a Deus com o melhor que possuem – a viúva, que deu o pouco que tinha, mas que era o seu tudo – e aqueles que apenas oferecem o que lhes sobra. Em tudo Deus procura ver a sinceridade da nossa oferta, porque, dependendo dela, Ele irá abençoar-nos ou não”, concluiu.

Galeria de Fotos

2018-10-08T15:59:24+00:00