De norte a sul, filas extensas para receber sacolas de alimentos da IURD

Coração Universal ajuda famílias face à pandemia através da distribuição de bens alimentares

Acudir os mais necessitados tem sido o objetivo principal do braço solidário da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Portugal. Para que tal aconteça de forma mais eficaz, importa ir ao encontro das famílias, já que o estado de emergência implementado atualmente, impõe regras restritas de confinamento e isolamento social, que limita em larga escala a deslocação das populações.

Por todos estes motivos, um pouco por todo o país, os bispos e pastores da IURD deslocaram-se aos bairros mais carenciados a nível nacional munidos de centenas de sacolas com os alimentos considerados mais essenciais para o dia a dia das famílias, sempre a obedecer ao distanciamento social.

Numa altura em que a falta de rendimentos já começa a ser um problema grave, a escassez, gradualmente também começa a ser uma questão incontornável. Pessoas que têm perdido os seus empregos são uma constante no cenário nacional e a grande maioria não sabe a quem recorrer para, simplesmente, ter o que comer.

Era visível o desespero das pessoas alcançadas por este movimento e, ao mesmo tempo que se mostravam gratos, muitos choravam pela ajuda recebida em tão boa hora, formando filas extensas (como foi o caso de Marvila) para o efeito.

O Coração Universal continuará a realizar este trabalho incansável e, caso deseje apoiar este movimento solidário, entregue os bens alimentares a doar na IURD mais próxima.