Como eu sei que tenho o Espírito Santo?

Saiba os sinais que você deve observar em si mesmo

“Sinal” é qualquer manifestação que permita conhecer, reconhecer ou prever alguma coisa. E qual sinal revela que uma pessoa tem o Espírito Santo? Recentemente, durante reunião no Templo de Salomão, o Bispo Renato Cardoso esclareceu que quando uma pessoa recebe o Espírito Santo há uma transformação em seu interior e ela se torna uma nova criatura. Nela, então, passa a ser percebido o fruto do Espírito Santo.

“Quem ela era até aquele momento se torna apenas uma memória, um histórico”, ressalta. Por exemplo, uma pessoa de temperamento “esquentado”, do tipo “pavio curto”, ao receber o Espírito Santo passa a ter o fruto do domínio próprio. Logo, ela não perde mais o controle de si mesma. Vai deixar de sentir raiva? ‘Não’. Há a raiva justa, que vem de Deus, que é aquela que sentimos ao ver injustiças. Mas ela é diferente de ‘explodir’, xingar e até agredir por causa do temperamento”, explica.

Outro aspecto importante abordado pelo Bispo Renato é que ela domina seus impulsos carnais. Isso não quer dizer que não sinta mais desejo de pecar, afinal, o Espírito Santo não tira isso.

Um exemplo disso, é quando um homem – que era controlado por sua carne – não podia ver uma mulher, a ponto de girar o pescoço ao vê-las passar; que era escravo da pornografia e viciado em masturbação. Mas, ao receber o Espírito Santo, ele passa a ter controle sobre a carne, domínio sobre o pecado, condições de dizer: “não farei a vontade da minha carne, se isso é errado e desagrada ao meu Deus”.

“Se você ainda não tem este poder, se não consegue se controlar, mesmo sabendo que é errado, o Espírito Santo não está com você!”, afirmou o Bispo.

Nada a ver com “sentir”

O Bispo alerta, ainda, que é preciso prestar atenção, não para o que foi sentido durante a oração, pois isso é relativo. Uma pessoa pode ter sentido alguma coisa ou não, quando recebeu o Espírito Santo. Sentimento não é um sinal, avisa.

“Se você recebeu o Espírito Santo, então, você rende o controle da sua vida a Ele, e Ele é quem te domina. Você passa a ter temor de pecar contra Deus. Tem uma consciência sensível com respeito ao que agrada e ao que desagrada a Deus”, explicou.

Ainda que ninguém esteja vendo, ao fazer o que não agrada a Deus, a consciência de uma pessoa que tem o Espírito Santo o acusa e ela, imediatamente, elimina aquilo da sua vida, porque sabe que Deus está vendo. Por essa razão, “Temor do SENHOR” é diferente do “temor do homem”, pois este segundo faz a pessoa agir preocupada com a sua reputação apenas diante das pessoas.

O Bispo cita outros sinais que podem revelar que o Espírito Santo habita em uma pessoa:

  • Se há paz e alegria em seu interior, mesmo que esteja uma “guerra” do lado de fora;

  • O cuidado com as almas, pois quem não tem o Espírito Santo preocupa-se apenas consigo. Já quem é salvo procura os perdidos e quer fazer alguma coisa por eles;

  • Quem tem o Espírito Santo não tem mais aquelas malícias, porque um dos frutos é bondade e benignidade – a pessoa se torna benigna e não mais maliciosa com maus olhos para tudo, julgando as pessoas. Pelo contrário, ela tem bons olhos e, mesmo diante de rumores a respeito de alguém, prefere acreditar sempre no melhor sobre a pessoa e não fica concordando com os boatos de maldade sobre ela.

“Estes sinais são as provas que você tem que procurar, e não se chorou ou sentiu algo durante a reunião.  Porém, cada um tem que olhar para si mesmo”, concluiu o Bispo.

Medite em Gálatas capítulo 5, versículo 22

Encontro com Deus

Todos os domingos, na Universal, acontece a reunião do Encontro com Deus, para os que desejam ter uma experiência real com o Altíssimo.

Participe em uma igreja mais próxima de sua casa.

Fonte: Universal.org