Casamento feliz não é acidente

É preciso se esforçar para ter um bom matrimônio

Casamento feliz é proposital. Se há algo que jamais chegará “por acaso” é a solidez matrimonial. Infelizmente, nem todos os casais percebem isso antes de fazerem votos no Altar. E aí, quando o esforço é exigido, esses casais simplesmente desistem da vida a dois.

Observe, por exemplo, o crescente número de divórcios ocorridos durante a pandemia. Casais estão simplesmente alegando que não conseguem passar tanto tempo juntos. Mas, se estão casados, não deveriam permanecer unidos por toda a vida?

“Infelizmente, muitos casais se dão por conquistados no dia do casamento. Agem como se o esforço de conquistar a outra pessoa tivesse acabado quando partiram para a lua de mel”, relata o escritor Renato Cardoso, no livro “Casamento Blindado – O Seu Casamento À Prova de Divórcio”.

Todavia, conforme ele explica, ao trocar alianças, “o jogo apenas começou. Se pararmos de trabalhar para manter o casamento, perderemos o jogo”.

Não conte com a sorte. Trabalhe!

No amor, não existe sorte, apenas consequência do trabalho do casal. É o que afirma o “Casamento Blindado”:

“Casamentos felizes dão trabalho e não acontecem por acaso. Quando vir um casal que está junto por muitos anos e vivendo bem, saiba que aquele casamento não é fruto de sorte. Não é porque ‘foram feitos um para o outro’ nem porque ‘combinam bem’. Se olharmos mais de perto, vamos verificar que aquele casal trabalha constantemente na manutenção do casamento”.

E, para todos aqueles que querem ter esse trabalho e construir um matrimônio sólido, a Universal realizará, no próximo dia 25 de outubro, o Domingo do Casamento Blindado. Confira o convite no vídeo abaixo:

 

O Domingo do Casamento Blindado acontecerá no Cenáculo do Porto e em todas as Universal.

Fonte: Universal.org