Caracas é a cidade mais violenta do mundo

Fonte de Imagem: dn.pt / Fotografia: EPA/Miguel Gutierrez

De acordo com o relatório “Crime e Violência: Obstáculos para o desenvolvimento das cidades da América Latina e das Caraíbas”, referente a novembro de 2018, na capital da Venezuela registam-se 89 homicídios por cada 100 mil habitantes, surgindo assim Caracas como a cidade mais violenta do mundo. “Temos uma taxa de homicídios de 89 por cada 100.000 habitante. É a mais alta do planeta. A segunda é San Salvador, mas com quase 20 pontos menos do que a nossa. Isso fala da magnitude da criminalidade na Venezuela”, explicou o criminólogo Luís Izquiel.

Em relação aos delitos, o especialista esclareceu ainda que os mais comuns são o roubo e o furto, devido à crise económica no país, mas que os venezuelanos estão mais preocupados com os homicídios e os sequestros.

Num mundo em que a criminalidade e a violência não param de crescer, o ser humano tem tendência a sentir-se cada vez mais indefeso e desprotegido. E é no meio deste caos social que cada vez mais pessoas buscam a proteção que só a fé lhes pode dar, procurando a direção que a Palavra de Deus lhes dá e a salvação da sua alma. Semanalmente, na Escola da Fé da Universal, às quartas-feiras, todos podem não só buscar a direção divina para as suas vidas, mas aprender também como devem agir para alcançarem a salvação.

Descubra a Universal mais perto de sua casa.

Fonte: DN/Lusa

2018-12-07T15:12:33+00:00
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Aceitar