A marca do anticristo

O que estão tentando fazer no Brasil com a aprovação de leis referentes à ideologia de gênero, a banheiros sem distinção de feminino ou masculino, a um ensino deturpado nas escolas sobre sexo e tantas outras aberrações, já foi implantado em muitos países aqui da Europa.

Na Suécia, por exemplo, os pais que não concordam com o ensino da ideologia de gênero podem perder a guarda do filho. Numa recente conversa com uma amiga que mora em Estocolmo e acompanha, diariamente, pais e filhos, tomei conhecimento que em muitas escolas é passado às crianças e aos adolescentes que se os pais não batem à porta do quarto do filho para saber se podem entrar, isso constitui uma invasão de privacidade, logo, eles podem ser denunciados.

Por lá, evita-se ao máximo o uso do artigo “ele” ou “ela” nas escolas ou creches, sendo esses artigos substituídos por um novo termo neutro, introduzido na língua.

É considerado “crime de ódio” falar qualquer coisa contra a escolha ou o comportamento sexual, a ponto de pastores evangélicos correrem o risco de sofrerem com processos na justiça por pregarem o que a Bíblia diz sobre esse assunto.

Enfim, vivemos dias em que um verdadeiro cristão não consegue ficar imparcial diante da agenda do diabo neste mundo. Somos uma minoria, que continua a chamar de certo o que é certo, enquanto a maioria decide chamar o certo de errado, em vez de se corrigir.

Mas, saiba que todos os acontecimentos do nosso tempo não são coincidências, muito menos surgiram do acaso. Eles foram cuidadosamente programados por uma mente perversa, que odeia a Deus. Satanás é o seu nome… e ele tem pressa, pois sabe que em breve será aprisionado para sempre no lago de fogo e enxofre.

Então, quer levar o maior número de pessoas consigo. Mas, para isso, precisa marcá-las. E se você pensa que essa marca é só um chip físico, está redondamente enganado. O diabo trabalha com ideias que são subversivas a Deus, que fazem oposição à Sua Vontade. Uma vez que Satanás consegue implantar no ser humano os seus pensamentos, fica mais fácil vir com a cartada final, que irá causar a sua condenação para sempre no inferno. Um lugar que foi preparado, inicialmente, para ele e seus demônios, não para o homem.

Diante da avalanche de desconhecimento no meio cristão a respeito de assuntos tão importantes como esse, proponho a você uma reflexão que nos ajudará a não sermos enganados por ideologias diabólicas e, tampouco, que sejamos usados como seus apoiadores.

Talvez, sem você se dar conta, já esteja entranhado na sua mente (marcado em sua testa) pensamentos satânicos, tais como: os homens são autoritários e as mulheres são vítimas deles; os chefes são dominadores e os trabalhadores pobres coitados; a polícia é opressora e a população é oprimida; os pais são tiranos e os filhos humilhados. Ah, tem também o conceito do politicamente correto, ou seja, hoje, ninguém pode falar nada diferente do que a maioria pensa, senão ofende ou insulta, aliás, tudo se tornou ofensivo. A ideia inicial deste conceito em restringir palavras malcriadas e atos de violência física ou verbal acabou por criar uma censura, que não se pode diferir da massa.
Temos ainda o marxismo cultural, o feminismo e muitos outros conceitos anti-cristãos impregnados em nossa sociedade que tendem a remover os parâmetros de justiça, os valores espirituais, morais e familiares.

É preciso que todos os cristãos saibam discernir bem esses disfarces malignos, pois para nos enganar, o mal vem sempre camuflado de bem.

E se não estivermos atentos, estaremos alienados no que diz respeito à Vontade de Deus e cooperando, assim, com a agenda do anticristo no nosso tempo.

“Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?” (Amós 3.3)

Nos vemos na próxima semana!

Fonte: Núbia Siqueira

 

 

2018-10-17T10:28:06+00:00
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Aceitar