A fé que faz a diferença

A vontade de Deus é fazer de você a própria bênção, mas Ele não vai fazer isso sozinho. Você precisa fazer a sua parte. Deus precisa da sua cooperação, que você firme uma aliança com Ele.

É assim que a Fé viva funciona. Muitas pessoas têm Fé para obter conquistas, mas não têm Fé para enfrentar obstáculos e dificuldades. Estas pessoas têm uma fé religiosa, sentimental. Na hora da tribulação vão em qualquer lugar, buscam qualquer religião, pulam de igreja em igreja.

As Escrituras Sagradas relatam no livro de Mateus, no capítulo 8, que um centurião romano, comandante de uma grande tropa de soldados, enfrentava uma dificuldade em sua casa. Então, ele chegou até Jesus para pedir ajuda para o seu servo, que estava parálítico e atormentado. Jesus afirma a ele que vai visitar o rapaz para lhe devolver a saúde. Porém, no verso 8, o centurião responde: “meu Senhor, eu não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, uma palavra e o meu criado há de ser curado”.

Se o centurião tivesse uma fé emotiva, ele não teria condição de agir assim. E a atitude dele fez com que Jesus falasse que nem mesmo em Israel tamanha Fé foi encontrada. E Ele determinou que o servo fosse curado, e assim aconteceu.

Essa é a Fé que agrada a Deus. Quando você crê na palavra dEle, você se entrega e espera com certeza a resposta que vem do Alto.

Fonte: Universal.org