A Entrada Triunfal de Jesus no seu lar

A uma semana da Páscoa, estava o Senhor Jesus a preparar a Sua entrada na cidade de Jerusalém…  

A Entrada Triunfal de Jesus acontece cerca de uma semana antes da Sua Ressurreição. Jesus chegou, montado num jumento, a Jerusalém e o povo lançou os mantos à Sua frente, assim como pequenos ramos de árvores. Neste evento, o Senhor é celebrado como o “Príncipe da Paz”, merecedor de grandes honras.

Esta é a passagem que ilustra o Domingo de Ramos, data que antecede o Domingo da Ressurreição de Jesus, tendo sido este o motivo que levou muitos dos presentes a levarem um ramo no passado domingo, a fim de que o mesmo fosse consagrado, levado para casa e viesse a abençoar o seu lar. Seria como se fosse o próprio Jesus a fazer uma Entrada Triunfal na casa de cada pessoa, abençoando-a não só a ela, como a todos os seus entes queridos.

Mas, para além do Domingo de Ramos, dia 14 de abril também foi o “Dia da Afronta”, a data em que as pessoas colocariam um ponto final nos problemas que os têm afrontado. Mas, qual a melhor forma de superar um problema ou situação que nos tem afrontado? Segundo o Bispo Domingos Siqueira e de acordo com a Palavra de Deus, é humilhando-nos diante de Deus, ou seja, só estando aos Seus pés é que estaremos de pé, firmes e confiantes para combater os problemas.

No decorrer do encontro, houve espaço para a apresentação de um caso verídico, onde uma senhora que sofria de cancro de mama num estágio muito avançado relatou o seu processo de cura. Há apenas cinco meses a frequentar a Igreja, ela fez as correntes de fé e a cura foi comprovada através de exames.

Partindo deste princípio, o Bispo Domingos explicou a importância da fé em Cristo para a obtenção do milagre e da importância da entrega de Jesus por cada um de nós, o que nos permitiu alcançar a remissão dos pecados e a salvação da nossa alma evitando, assim, a condenação eterna.

Ainda mencionando o Sacrifício de Jesus, o orador reiterou a sua importância, já que o mesmo veio a proporcionar o rasgar do véu que separava a humanidade de Deus, permitindo ao ser humano comum entrar no Santo dos Santos, o Santuário de Deus, ou seja, ter acesso ao Próprio Criador. Como tal, na próxima Sexta-feira, que não será uma qualquer, mas sim a da Paixão, haverá três reuniões especiais: às 9h, às 15h e às 18h. Quem comparecer irá participar do rasgar do véu, entrando no Santuário de Deus marcando, assim, o início da sua nova vida, transformada e em profunda comunhão com Ele.

Galeria de Fotos

2019-04-16T15:05:39+01:00
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Aceitar