A boazinha

Sabe aquela mulher que é super legal, sempre pronta para servir, tão gentil, tão boazinha… só que com limite? Contanto que ser legal não passe dos seus próprios limites, tudo bem. Não peça para que ela saia da sua zona de conforto, não peça que ela sacrifique, não peça que ela passe pelo fogo.

É muito importante que ela esteja confortável e sua imagem esteja intacta. Isso porque ela é muito preocupada com o que as outras pessoas pensam dela e, por isso, fica magoada se as pessoas exigem muito dela, já que ela sempre diz “eu fiz o meu melhor”.

Se lhe perguntarem sobre ela, você dirá que ela é legal, mas só isso… você não tem nada a acrescentar a esse sinônimo, infelizmente, já que isso é tudo que ela é.

A boazinha não fala a verdade, não se expõe e muito menos se coloca em situações constrangedoras, por isso, pode deixar, ela nunca vai lhe repreender nem lhe dar um “não”. E quando a comparam com quem não tem essa preocupação de ser boazinha e sim de agradar a Deus, ela sai na frente… Todo mundo gosta dela, já a outra, normalmente é evitada, já que fala o que nem todo mundo quer ouvir.

Cuidado com ela. Ela não pode lhe ajudar da forma que você precisa.

“O que odeia a repreensão é estúpido.” Provérbios 12

Na fé.