A Bíblia e os fracassos

Por muitos motivos, a Bíblia é o Livro mais extraordinário que o mundo já conheceu. Um deles é porque ela fala do nosso Deus, da Sua santidade, do Seu amor, da Sua disciplina e de tantos outros atributos perfeitos que Ele possui.

Além disso, as Escrituras ensinam que tipo de fé o Altíssimo requer para que nos aproximemos dEle.

Porém, esse Livro Sagrado fala também de pessoas comuns com qualidades e defeitos muito semelhantes aos nossos. Embora muitos deles tenham se destacado como exemplos de fé, seus erros estarão para sempre registrados nas memoráveis páginas da Bíblia.

Nas biografias dos grandes vultos da História, pouca ou nenhuma falha é registrada para que os fracassos deles não fiquem tão evidentes assim. Desse modo, eles são elevados ao apogeu como ícones no mundo.

Só que Deus não age desse modo na Bíblia. Ele faz questão de nos mostrar acertos e falhas de homens e mulheres para que possamos aprender com eles.

Se esses personagens bíblicos que tanto admiramos tivessem uma vida perfeita, certamente, alguns poderiam desconfiar da credibilidade do Texto Sagrado. E outros poderiam achar que eles estavam em uma posição espiritual inatingível.

E a verdade está bem longe disso!

A Bíblia traz a narrativa de pecadores caminhando rumo a um Deus Santo.

E, nessa jornada, quase todos, em algum momento da vida, deixaram de ouvir a Voz do Altíssimo ou deram as costas para as Suas instruções para fazerem as coisas do seu próprio jeito. Como resultado, “quebraram a cara”, ou seja, foram disciplinados e humilhados, para então se arrependerem e voltarem novamente ao caminho da fé e da obediência.

Então, quando lermos sobre as fraquezas, a desobediência e a queda de alguém nas Escrituras, que isso tenha efeito didático sobre nós. Isto é, que possamos ver que essas pessoas não erraram por ignorância, porque todo o tempo Deus as orientou, mas erraram por negligenciá-Lo e, por causa disso, sofreram graves consequências.

Por isso, devemos ter temor e tremor para lutarmos para seguir seus acertos e fugir da possibilidade de cometer os seus erros.

Somos todos iguais?

Pela lei, sim, mas na prática não é bem assim. Tratamentos desiguais acontecem a toda hora. Entenda
- Núbia Siqueira

Evolução ou involução

Apesar de vivermos a evolução tecnológica e o aumento do conhecimento, constatamos que para muitas pessoas há uma involução nos valores.
- Núbia Siqueira

2018-12-19T09:28:15+00:00
Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Aceitar